A nova lei seca influencia o seguro de automóvel?

Saiba como funcionará a nova lei seca e qual sua influência no seu seguro de automóvel

a nova lei seca influencia o seguro de automóvelO Carnaval está chegando, muquirana! Muita farra e alegria, como bem ter que ser! Mas nem tudo são flores… Nesta época os índices de acidente de trânsito explodem para a estratosfera.  Todo mundo sabe disso, mas são poucos os que abrem mão da péssima combinação álcool + volante. Não por acaso, à beira das festividades carnavalescas, foi aprovada a nova lei seca.

Para ser muquirana, é preciso estar bem vivinho da silva, então trate de se preservar de riscos despropositados neste Carnaval. Conheça os novos limites da lei seca: o que mudou e o que não mudou? E saiba como ela influencia a cobertura do seguro de seu automóvel.

  • O que mudou e o que não mudou: Nova lei seca

Em 29 de Janeiro de 2013 foi aprovada a Lei 12.760/12 – a “Nova lei seca”, mais rigorosa ainda que a anterior.

Na antiga lei seca havia a tolerância de um décimo de miligrama (0,10) de álcool por litro de ar no teste do bafômetro, com multa gravíssima de R$ 957,70. Com a nova lei, a tolerância caiu para 0,05 miligramas de álcool por litro de ar, com multa de R$ 1.915,40 (valor que pode dobrar em caso de reincidência no prazo de um ano).

Cotação Seguro Carro - 2

Na antiga lei seca o estado de embriaguez só poderia ser determinado através de teste do bafômetro ou exame de sangue. Como ninguém é obrigado a prover provas contra si mesmo, muitos motoristas se recusavam a fazer o teste e assim ficavam livres de acusações criminais. Com a nova lei seca, isso também muda: segue valendo a quantidade limite de 6 decigramas de álcool por litro de sangue, mas agora pode-se determinar o estado de embriaguez por sinais de alteração da capacidade psicomotora.

Parece exagerado e certamente gerará controvérsias, mas numa situação de índices mastodônticos de mortes no trânsito, é uma maneira de diminuir a impunidade. Por exemplo: Dentro da nova lei, sinais como álcool no hálito já é prova suficiente para o indivíduo ser multado.

  • Entre o risco aleatório e o risco agravado: Seguro não cobre bêbados

O seguro de automóvel cobre riscos aleatórios, ou seja,  situações incertas mas que, em certa medida, podem ser mensuradas através de cálculos probabilísticos. O risco de colisão é um deles. No caso de você bater seu veículo e ter gastos acima da franquia contratada, o seguro cobrirá. No caso de você bater e prejudicar outras pessoas ou seus bens materiais, as cláusulas de danos pessoais e materiais a terceiros também cobrirá.

Leia também: “Danos a terceiros: proteção para além de seu automóvel”

Mas se você estiver embriagado, o seguro não cobrirá nenhum dos casos, por dois motivos principais: 1º) Ao beber e dirigir, o indivíduo esta agravando o risco, ou seja, aumentam (absurda e irresponsavelmente) as chances de acidentes. 2º) Dirigir embriagado é crime, o que desobriga a seguradora de prestar qualquer assistência ou cobertura ao segurado.

O mesmo vale para qualquer tipo de droga ou entorpecente.

  • Proteja a si mesmo e aos outros: Estratégias de guerra para quem curte um goró 

Está na raiz do brasileiro aproveitar aquele cervejinha vez ou outra. O problema é a combinação dela (e suas irmãs e suas primas rs!) com o volante. Então, se for sair para beber, pular Carnaval e extravasar sua energia com um goró, trace uma estratégia antes:

Antes de cair na gandaia, defina como voltará para casa: táxi? metrô? ônibus? carona? E se for carona, não adianta nada se o motorista também beber! Se não tiver nenhuma opção, encontre um lugar para dormir: a casa de um amigo ou familiar. Só não vale arriscar!

Cotação Seguro Carro

Sobre Jessica

Formada em Ciências Econômicas (UNICAMP), com MBA Executivo em Trends Innovation (Inova Business School). Atualmente faz especialização universitária em Law & Economics (UNICAMP), sendo também associada à Associação Brasileira de Direito e Economia (ABDE). É fundadora da Muquirana Seguros Online, projeto inovador focado no atendimento humanizado por meio da internet. Atua como diretora comercial na DM4 Corretora de Seguros e pesquisadora independente na temática de insurance market.
Marcado , .Adicionar aos favoritos o permalink.

2 Responses to A nova lei seca influencia o seguro de automóvel?

  1. Pedro Henrique Gumiero diz:

    Boa noite, sofri um acidente e o carro veio a dar PT. A polícia cherói logo após e fez a ocorrenica, citando apenas q recusei o bafometro. Sendo que não me lembro deles pedino pra faze, pois tinha acabado de bater a cabeça. O seguro vai cobrir? Agradeço!

Escreva sua dúvida! Pedimos apenas uma gentileza: procure ser breve, pois são muitas dúvidas todos os dias! :)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *