Dormir ao volante: seguro cobre?

dormir ao volante seguro cobreDescubra se há cobertura do seguro de automóvel se o motorista dormir ao voltante

Muitas pessoas não imaginam, mas são muitos os casos de acidente de trânsito por conta de se dormir ao volante. O stress e correria do dia à dia muitas vezes não deixam escolha a não ser dirigir cansados. Em outros casos, a imprudência também pode ter vez. Em todos esses casos fica a dúvida se o seguro cobre colisão decorrente de dormir ao volante.

Neste artigo explicaremos esse ponto. Confira e escreva suas dúvidas nos comentários!

Dormir ao volante tem cobertura no seguro, desde que…

O seguro cobre colisões decorrentes de dormir ao voltante desde que a pessoa não tenha ingerido bebidas alcoólicas ou substâncias ilícitas. Essa ressalva é muito importante, pois na grandíssima maioria dos casos em que o motorista dorme ao volante ele está sob efeito de alguma substância que não poderia ter ingerido antes de dirigir.

Exatamente por essa possibilidade, é comum nesse tipo de situação a seguradora solicitar um laudo médico para verificar se houve ou não ingestão de substâncias ilícitas ao volante.

Cotação Seguro Carro - 2

Nos casos em que não há constatação de ingestão de álcool ou drogas, dormir ao volante é considerado um acidente pela seguradora e terá cobertura normalmente.

Dicas para evitar dormir ao volante

Ainda que haja cobertura do seguro nesse tipo de acidente, não vale nem um pouco a pena correr o risco. As consequências para sua saúde, de seus passageiros e de terceiros podem ser irreparáveis, por isso vale a pena conferir algumas dicas para evitar dormir ao volante.

  • Nunca ingira bebidas alcoólicas ou substâncias ilícitas antes de dirigir: além de diminuir seus reflexos, podem causar sonolência, se constituindo inclusive em crime.
  • Não dirija após  ingerir drogas ou remédias sedantes (que dão sono).
  • Antes de viagens longas, procure ter uma boa noite de sono com pelo menos 6 horas de descanso. Alternar com outra pessoa ao volante também diminui o desgaste e evita acidentes.
  • Evite dirigir longas distâncias após refeições fartas. O ideal é ingerir refeições leves e sem nenhum álcool antes de dirigir. Não vale exagerar e viajar em jejum, pois também pode causar sonolência ou mal estar.
  • Coloque o banco numa posição confortável para dirigir, mas que lhe permita estar atento e desperto.
  • Evite deixar o ar condicionado muito quente, pois ambientes mais quentes propiciam o sono.
  • Durante viagens longas, faça pausas, estique as pernas e a coluna. Evite o tédio e o cansaço demasiados e constantes. Jogar uma água no rosto também é muito bom para ajudar a se manter desperto e atento.
  • Se tiver companhia, procure conversar durante a viagem, mas sem grandes distrações.
  • Evite dirigir nos horários entre 2 e 5 da manhã, quando estamos menos despertos e mais “preguiçosos”, a não ser que tenha tido uma boa noite de sono.

Espero que essas dicas ajudem na sua segurança e de seus passageiros. Lembre-se que um trânsito seguro, seja nas cidades ou nas auto-estradas, dependem de uma postura responsável e consciente dos motoristas!

Cotação Seguro Carro

Sobre Jessica

Formada em Ciências Econômicas (UNICAMP), com MBA Executivo em Trends Innovation (Inova Business School). Atualmente faz especialização universitária em Law & Economics (UNICAMP), sendo também associada à Associação Brasileira de Direito e Economia (ABDE). É fundadora da Muquirana Seguros Online, projeto inovador focado no atendimento humanizado por meio da internet. Atua como diretora comercial na DM4 Corretora de Seguros e pesquisadora independente na temática de insurance market.
Adicionar aos favoritos o permalink.

8 Responses to Dormir ao volante: seguro cobre?

  1. Lenilson diz:

    Quando eu pego meu carro cansado cochilo no valante bati deu perca total a segunda tem obrigação de pagar

    • Jessica diz:

      Lenilson, boa tarde!

      Haverá cobertura normalmente se for constatado que o motorista segurado dormiu ao volante acidentalmente. Não haverá cobertura se for constatado que dormiu ao volante em decorrência da ingestão de álcool.

      Apoie nosso projeto e se inscreva em nosso canal no Youtube. Assista vídeo aqui: https://youtu.be/BuRt_wLuC_g

      Atenciosamente,

  2. Alexandre Ferreira diz:

    Bom dia,
    Gostaria de saber se existe alguma legislação que determine que a Seguradora cubra acidente em casos em que o motorista dormiu no volante, sem ter ingerido bebida alcoólica?

    • Jessica diz:

      Alexandre, boa tarde!

      No âmbito técnico de seguros, desconhecemos cláusula contratual ou Circular SUSEP que exclua cobertura nesses casos. Em princípio entendemos que se não houve ingestão de bebida alcoólica trata-se de acidente não intencional para o qual deveria haver cobertura. Contudo, um advogado poderá lhe instruir melhor se há algum ponto específico na lei sobre acidentalmente dormir ao volante.

      Se a seguradora está recusando o sinistro sob está alegação, recomendamos solicitar ajuda do corretor responsável por sua apólice para questioná-la em qual cláusula contratual está tomando esta decisão. Com esta informação, procure contra-argumentar com a ajuda do seu corretor. Se não for possível reverter a situação, será necessário buscar instrução de um advogado.

      Aproveito para lhe desejar um feliz ano novo! :)

      Apoie nosso projeto e se inscreva em nosso canal no Youtube. Assista vídeo aqui: https://youtu.be/U2RKAUAeRbE

      Atenciosamente,

  3. Marilene diz:

    Para eu entrar como terceiro no seguro de outra pessoa que provocou o acidente, causando danos ao meu veículo, como proceder se ela já pediu seguro do seu?

    • Jessica diz:

      Marilene, boa tarde!

      Para entrar como terceiro no seguro do causador é necessário que o segurado assuma a culpa e concorde em utilizar a cobertura de danos materiais a terceiros para a vítima. Ele poderá fazer a abertura do sinistro do terceiro mesmo que já tenha acionado o seguro para o próprio carro dele, pois uma cobertura não impede o acionamento da outra.

      Inscreva-se em nosso canal no Youtube com dicas sobre seguros: clique aqui!

      Atenciosamente,

  4. Bruno diz:

    Como se constitui o laudo médico para comprovar a ingestão de substâncias ilícitas?
    com até quanto tempo depois se consegue um dado confiável?
    Laudo médico se constitui em algum exame de sangue?urina? como é esse laudo?

    Obrigado.

    • Jessica diz:

      Bruno, bom dia!

      Geralmente esses laudos são exames de sangue e/ou urina. Em acidentes desse tipo, principalmente quando há vítimas, é comum a realização desse procedimento pela própria emergência junto à polícia, que depois podem ser utilizados pela seguradora.

      Por exemplo, já tivemos caso de cliente que causou uma colisão com vítima (não fatal, mas com danos corporais). Quando nosso cliente foi levado ao hospital foi feito um exame de sangue para checar se ele havia ingerido álcool. Como não era o caso, não houve problemas quanto ao seguro. Mas se ele tivesse ingerido álcool ou outras substâncias ilícitas o seguro poderia negar qualquer indenização.

      Em relação a confiabilidade, tempo ou como funciona o laudo médico e exames médicos realmente não sei dizer, pois foge do escopo do seguro, entrando na área médica. Para estas dúvidas recomendamos que consulte um especialista da área de saúde.

      Ficamos a disposição!

Estamos com sobrecarga de dúvidas, sem conseguir responder todos. Pedimos desculpas, estamos resolvendo isso no próximo mês! Até lá, use o campo Pesquisar ao lado direito para encontrar o assunto que precisar ;)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *