Perda total veículo consórcio: o que fazer?

Veja como funciona a indenização do seguro quando ocorre perda total de veículo adquirido em consórcio!

A procura por consórcios de veículos aumentou muito nos últimos anos. A alta das taxas de juros fizeram as opções de financiamento encarecerem, tornando o consórcio muito mais atrativo. Com esse aumento da demanda de consórcios, os sinistros de veículos consorciados também aumentou, deixando muito desses consumidores na dúvida sobre como funciona a indenização integral de veículos alienados em consórcio.

No post de hoje mostraremos as principais diferenças do seguro de veículos consorciados para veículos quitados e os principais pontos a que o segurado (consumidor) deve se atentar em caso de perda total ou roubo/furto sem recuperação.

Faça sua cotação de seguros com a gente!

Cotação Seguro Carro - 2

Diferenças no seguro:
Veículo de consórcio X Veículo quitado

O seguro compreensivo (mais popularmente conhecido como seguro “total” ou “completo”) garante cobertura para reparo de colisão, perda total, incêndio, roubo, furto; entre outras coberturas como vidros, assistência 24h etc.

A perda total é um dos tipos de sinistro que determinam indenização integral. Ocorre perda total do veículo segurado quando os custos de reparação são iguais ou superiores a 75% do valor do carro. Para veículos de terceiros a serem indenizado pela apólice do causador, cabe negociação entre terceiro e seguradora sobre o critério de perda total, mas no geral usa-se o mesmo critério de 75%. O fato de o veículo ser alienado em consórcio não muda esses critérios.

A maior diferença de cobertura de veículos consorciados para os quitados está a forma que a indenização integral será paga.

Para veículos (alienados ou quitados) o pagamento da indenização integral requer a transferência de propriedade do veículo para a seguradora. No caso de veículos alienados (em consórcio ou financiamento), a transferência requer que primeiro seja feita a baixa do gravame da alienação. A baixa do gravame, por sua vez, só pode ser feita em duas situações: (a) quitando o saldo devedor (ou seja, o que falta para quitar a dívida) ou (b) substituindo a garantia (ou seja, trocando o veículo anterior por um novo).

Indenização integral de veículo de consórcio

Como a indenização integral exigirá a baixa do gravame, existem três caminhos possíveis:

  1. Quitação do saldo devedor pelo próprio proprietário: A seguradora pagará a indenização a ele, sem descontos referentes ao saldo devedor, já que o mesmo já terá sido quitado.
  2. Quitação do saldo devedor pela seguradora: A seguradora usará parte da indenização prevista pelo seguro para quitar o saldo devedor. A diferença que restar será paga ao proprietário.
  3. Substituição da garantia: Trata-se do procedimento no qual a garantia do consórcio (veículo) é trocada por nova garantia (novo veículo). Para isso é utilizada a indenização integral do seguro, sendo necessária autorização da loja e administradora do consórcio. Importante checar também se o contrato de consórcio prevê alguma taxa por substituição de garantia.

Para maiores detalhes sobre cada um desses caminhos, recomendamos a leitura deste post: “03 alternativas de indenização no seguro de veículo alienado”

Cotação Seguro Carro

Sobre Jessica

Formada em Ciências Econômicas (UNICAMP), com MBA Executivo em Trends Innovation (Inova Business School). Atualmente faz especialização universitária em Law & Economics (UNICAMP), sendo também associada à Associação Brasileira de Direito e Economia (ABDE). É fundadora da Muquirana Seguros Online, projeto inovador focado no atendimento humanizado por meio da internet. Atua como diretora comercial na DM4 Corretora de Seguros e pesquisadora independente na temática de insurance market.
Adicionar aos favoritos o permalink.

Estamos com sobrecarga de dúvidas, sem conseguir responder todos. Pedimos desculpas, estamos resolvendo isso no próximo mês! Até lá, use o campo Pesquisar ao lado direito para encontrar o assunto que precisar ;)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *