Posso acionar seguro auto para danos abaixo da franquia?

Quando os custos de reparação do carro ficam abaixo da franquia, posso acionar o seguro de automóvel? Confira resposta!

Nosso visitante Lucas nos enviou a seguinte dúvida:

“Boa noite! Estou na seguinte situação: um motorista psicopata bateu 4 vezes no meu carro estacionado com o carro dele (sim, 4 vezes) e fugiu. Anotei a placa e já fiz B.O. e perícia na polícia civil. Meu conserto ficará abaixo do valor da franquia. Nesse caso, devo acionar o seguro para o conserto? Se sim, mesmo com o valor abaixo da franquia, vou pagar a franquia total?”

Leia nossa resposta:

Lucas, bom dia! Tudo bom?

Infelizmente há muitos “motoristas psicopatas” soltos por aí, fazendo as mais absurdas barbeiragens no trânsito. Ficamos felizes ao menos de não ter havido feridos e esperamos ajudá-lo com as informações abaixo.

Para consertar o carro no seguro, precisa atingir franquia

O pagamento da franquia é obrigatório sempre que o veículo é consertado por meio do seguro de automóvel. Neste caso o segurado (você) pagará a franquia e a seguradora pagará a diferença acima da franquia. Por exemplo: Se sua franquia for de $2.000 e o custo do conserto ficar em $6.000, o senhor pagará $2.000 e a seguradora pagará a diferença de 6.000 – 2.000 = $4.000.

Por conta disso podemos dizer que a franquia é o “valor mínimo” do conserto para que o seguro possa ser acionado. Se os custos não ultrapassarem a franquia, não terão atingido este valor mínimo e por isso o seguro não poderá ser acionado. Nessas situações, os reparos devem ser feitos particularmente pelo segurado.

Por exemplo: Se sua franquia é de $2.000 e o conserto ficou em $1.500, o orçamento não atingiu a franquia e por isso não há diferença a ser coberta pelo seguro. Por conta disso o seguro não poderá ser acionado.

Vale ressaltar que a franquia é obrigatória sempre que o seguro é usado para consertar o próprio veículo segurado, mesmo quando o segurado é vítima e não causador da colisão. Porém, como o senhor foi vítima, poderá cobrar o ressarcimento desses custos (do conserto particular ou da franquia, se o seguro tivesse sido acionado) diretamente do causador por meio de negociação, das Pequenas Causas ou de processo judicial.

Quando não há franquia?

Existem situações em que não há a cobrança de franquia, como por exemplo perda total, roubo e furto sem recuperação, ou quando a vítima entra como terceiro no seguro do causador. Sobre esses detalhes, recomendamos assistir este vídeo: “Franquia no seguro: quando pago? [10 EXEMPLOS]”

Se permanecer com dúvidas, volte a nos escrever nos comentários.

Aproveita também para pedir sua cotação de seguros conosco :)

Cotação Seguro Carro - 2

Sobre Jessica

Formada em Ciências Econômicas (UNICAMP), com MBA Executivo em Trends Innovation (Inova Business School), atualmente faz extensão universitária em Direito e Economia (UNICAMP). É desenvolvedora da Muquirana Seguros Online, projeto inovador focado no atendimento humanizado por meio da internet. Atua como Gestora na DM4 Corretora de Seguros, associada do Grupo Exalt, maior grupo de corretores de Campinas e Região.
Adicionar aos favoritos o permalink.

Escreva sua dúvida! Pedimos apenas uma gentileza: procure ser breve, pois são muitas dúvidas todos os dias! :)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *