Posso acionar seguro auto para danos abaixo da franquia?

Quando os custos de reparação do carro ficam abaixo da franquia, posso acionar o seguro de automóvel? Confira resposta!

Nosso visitante Lucas nos enviou a seguinte dúvida:

“Boa noite! Estou na seguinte situação: um motorista psicopata bateu 4 vezes no meu carro estacionado com o carro dele (sim, 4 vezes) e fugiu. Anotei a placa e já fiz B.O. e perícia na polícia civil. Meu conserto ficará abaixo do valor da franquia. Nesse caso, devo acionar o seguro para o conserto? Se sim, mesmo com o valor abaixo da franquia, vou pagar a franquia total?”

Leia nossa resposta:

Lucas, bom dia! Tudo bom?

Infelizmente há muitos “motoristas psicopatas” soltos por aí, fazendo as mais absurdas barbeiragens no trânsito. Ficamos felizes ao menos de não ter havido feridos e esperamos ajudá-lo com as informações abaixo.

Para consertar o carro no seguro, precisa atingir franquia

O pagamento da franquia é obrigatório sempre que o veículo é consertado por meio do seguro de automóvel. Neste caso o segurado (você) pagará a franquia e a seguradora pagará a diferença acima da franquia. Por exemplo: Se sua franquia for de $2.000 e o custo do conserto ficar em $6.000, o senhor pagará $2.000 e a seguradora pagará a diferença de 6.000 – 2.000 = $4.000.

Por conta disso podemos dizer que a franquia é o “valor mínimo” do conserto para que o seguro possa ser acionado. Se os custos não ultrapassarem a franquia, não terão atingido este valor mínimo e por isso o seguro não poderá ser acionado. Nessas situações, os reparos devem ser feitos particularmente pelo segurado.

Por exemplo: Se sua franquia é de $2.000 e o conserto ficou em $1.500, o orçamento não atingiu a franquia e por isso não há diferença a ser coberta pelo seguro. Por conta disso o seguro não poderá ser acionado.

Vale ressaltar que a franquia é obrigatória sempre que o seguro é usado para consertar o próprio veículo segurado, mesmo quando o segurado é vítima e não causador da colisão. Porém, como o senhor foi vítima, poderá cobrar o ressarcimento desses custos (do conserto particular ou da franquia, se o seguro tivesse sido acionado) diretamente do causador por meio de negociação, das Pequenas Causas ou de processo judicial.

Quando não há franquia?

Existem situações em que não há a cobrança de franquia, como por exemplo perda total, roubo e furto sem recuperação, ou quando a vítima entra como terceiro no seguro do causador. Sobre esses detalhes, recomendamos assistir este vídeo: “Franquia no seguro: quando pago? [10 EXEMPLOS]”

Se permanecer com dúvidas, volte a nos escrever nos comentários.

Aproveita também para pedir sua cotação de seguros conosco :)

Cotação Seguro Carro - 2

Sobre Jessica

Formada em Ciências Econômicas (UNICAMP), com MBA Executivo em Trends Innovation (Inova Business School). Atualmente faz especialização universitária em Law & Economics (UNICAMP), sendo também associada à Associação Brasileira de Direito e Economia (ABDE). É fundadora da Muquirana Seguros Online, projeto inovador focado no atendimento humanizado por meio da internet. Atua como diretora comercial na DM4 Corretora de Seguros e pesquisadora independente na temática de insurance market.
Adicionar aos favoritos o permalink.

Escreva sua dúvida! Pedimos apenas uma gentileza: procure ser breve, pois são muitas dúvidas todos os dias! :)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *