Posso cobrar franquia do seguro?

posso cobrar franqui seguroSaiba quando você pode cobrar a franquia do seu seguro de carro de outra pessoa e que precauções tomar!

Não são raras as situações em que a pessoa é vítima de uma colisão mas precisa acionar o próprio seguro para consertar seu carro, porque o causador da colisão não tem seguro ou não quer assumir a culpa. Com isso a vítima precisa pagar a franquia do seguro e ainda perde uma classe de bônus na renovação, mesmo sendo vítima… Pensando nesse tipo de situação, no post de hoje explicaremos em que situações você pode (ou não) cobrar a franquia do seu seguro. Também mostraremos algumas precauções importantes neste momento.

Confira e escreva suas dúvidas nos comentários. Aproveite e peça também sua cotação conosco!

Cotação Seguro Carro - 2

“Quando posso cobrar franquia do seguro?”

Sempre que um segurado aciona o seguro para consertar seu próprio carro é considerado perda parcial. Ele deverá pagar a franquia obrigatória e a seguradora, a diferença acima dessa franquia.

Essa franquia é obrigatória mesmo quando o segurado é vítima. Existe uma cobertura opcional, oferecida por algumas poucas seguradoras, de isenção no pagamento da primeira franquia – porém a grandíssima maioria das pessoas não contrata esta cobertura e acaba tendo que arcar com o prejuízo da franquia mesmo sendo vítima.

Nessas situações em que o segurado é vítima no acidente ele tem direito de solicitar o ressarcimento da franquia.

  • A franquia deve ser cobrada do causador do acidente, pois o causador é o responsável pelos prejuízos.
  • O primeiro passo é procurar fazer um acordo com o causador, apresentando o valor da franquia. Se ele tiver dúvidas sobre este valor, apresente a apólice do seguro ou comprovante da oficina onde consta o valor da franquia.
  • Se não houver acordo da parte do causador em ressarcir a franquia, é necessário tentar receber nas Pequenas Causas ou na Justiça por meio de um processo jurídico.

Precauções ao cobrar a franquia

Ao cobrar a franquia do causador do acidente é importante tomar algumas precauções:

  • Fazer duas vias de um comprovante constando valor da franquia, data do recebimento e especificando do que se trata. A vítima e o causador devem assinar essas duas vidas, ficando uma via com a vítima e outra com o causador. Assim ambos estão protegidos de cobranças ou acusações indevidas no futuro.
  • É importante informar ao causador do acidente que futuramente a seguradora poderá cobrar a diferença paga pelo seguro (assista vídeo aqui). O pagamento da franquia à vítima não destitui o causador da responsabilidade sobre os prejuízos da seguradora da vítima. Por falta de conhecimento muito gente diz ao causador que ele só precisará pagar a franquia e “acabou”, e isso gera desentendimentos quando a seguradora procura o causador.

Se meu carro der perda total, posso cobrar a franquia?

Conforme explicamos acima, a franquia pode ser cobrada nos casos de perda parcial, no qual o veículo é consertado por meio do seguro. Se o carro da vítima vier a dar perda total, a situação muda.

No caso de PT a seguradora pagará indenização integral ao segurado e não haverá cobrança de franquia. Por conta disso o segurado que é vítima não pode cobrar a franquia do causador nos casos de perda total com indenização integral.

Posteriormente a seguradora da vítima procurará o causador para receber o ressarcimento deste valor integral. Se o segurado tiver cobrado indevidamente a franquia ou o valor total do veículo, o causador estará sendo cobrado em “duplicidade” pela seguradora, o que poderá gerar problemas e inclusive implicar na obrigação do segurado em devolver o valor cobrado indevidamente.

Se você foi vítima de perda total do seu carro e a indenização integral do seu seguro não cobre outros prejuízos decorrentes do acidente, a recomendação é buscar um advogado para verificar quais são seus direitos e cobranças cabíveis com relação ao causador.

“Quando eu NÃO posso cobrar a franquia?”

Além do caso acima, há outras situações nas quais o segurado não pode cobrar o ressarcimento da franquia:

  • Quando o segurado não é vítima do acidente. Neste caso o segurado deve arcar com a própria franquia.
  • Quando o segurado é causador do acidente. Neste caso ele também deve arcar com a própria franquia.
  • Quando a vítima entra como terceiro no seguro do causador. Como a vítima não estará acionando seu próprio seguro, e sim o do causador, ela não terá franquia. Por isso não pode cobrar franquia do causador.
  • Quando o causador aciona cobertura de terceiros ele não pode cobrar a franquia da vítima para usar o seguro dele. A cobertura de terceiros não tem franquia.

Melhor caminho: 
Se o causador tem seguro, entre como terceiro

Se o causador do acidente possuir um seguro dele próprio é recomendado que a vítima entre como terceiro no seguro dele, ao invés de acionar o seguro dela própria. Acionando o próprio seguro, a vítima perderia uma classe de bônus e teria o trabalho de negociar o ressarcimento da franquia. Entrando como terceiro no seguro do causador, nem a vítima nem o causador tem nenhum custo, pois a cobertura de terceiros não tem franquia. O único ônus do causador será a perda de uma classe de bônus na renovação.

Esperamos que este post possa ajudar! Se sim, compartilhe com seus amigos e familiares ;)

Cotação Seguro Carro

Sobre Jessica

Formada em Ciências Econômicas (UNICAMP), com MBA Executivo em Trends Innovation (Inova Business School), atualmente faz extensão universitária em Direito e Economia (UNICAMP). É desenvolvedora da Muquirana Seguros Online, projeto inovador focado no atendimento humanizado por meio da internet. Atua como Gestora na DM4 Corretora de Seguros, associada do Grupo Exalt, maior grupo de corretores de Campinas e Região.
Adicionar aos favoritos o permalink.

26 Responses to Posso cobrar franquia do seguro?

  1. Maria de jesus diz:

    Colisisāo dois carros saído de re de garagens opostas a rua, chocaram as traseiras dos veículos. Um deles tinha seguro e foi usado pagando a franquia. É agora tenta na justiça cobrar do vizinho danos morais ,franquia,e depreciação do veículo. Mesmo o vizinho não tendo assumido culpa no episódio pois os dois a principio erraram. Qual a maneira do vizinho processado se defender?

    • Jessica diz:

      Maria, boa noite!

      Atuamos na área técnica de seguros, por isso não podemos instruir sobre questões jurídicas.
      Recomendamos consultar um advogado pois poderá orientá-los corretamente. Como opinião, entendo que cobrança não é devida a menos que a outra parte consiga comprovar que foi o vizinho único causador. E mesmo assim, nem todas solicitações serão necessariamente atendidas (danos morais, franquia e depreciação são coisas bem diferentes uma da outra e pode ser concedido ganho de causa em um e outro ponto não).

      Quando for fazer seu seguro, peça uma cotação com a gente: http://www.muquiranaseguros.com.br
      Apoie nosso projeto e se inscreva em nosso canal no Youtube. Assista vídeo aqui: https://youtu.be/XO0vpaZEfJ4

      Atenciosamente,

  2. Luiza diz:

    Olá, me envolvi em um acidente de trânsito em decorrência de uma fechada de um carro que estava em alta velocidade.Ao tentar evitar a batida meu carro rodou na rodovia e bati em um carro parado que estava no acostamento fazendo trabalhos para rodovia acho que deu PT no carro, e o meu carro não tem seguro, como devo proceder pois não fui culpada e o cara que me fechou fugiu enquanto eu girava na rodavia, a seguradora provavelmente vai querer me culpar como devo proceder pois não fui a causadora do acidente.

    • Jessica diz:

      Luiza, boa tarde!

      Recomendamos fazer o boletim de ocorrência e na descrição deixar claro como ocorreu o acidente. Se seu carro rodou devido a fechada do outro condutor, ele é responsável por seus danos e pelo outro carro que sofreu sua colisão. Caso a seguradora do outro carro lhe procure, será necessário argumentar desta maneira. Se não houver acordo sobre a culpa no acidente e a seguradora mantiver a cobrança entendendo que a senhora foi culpada, será necessário solicitar instrução de um advogado.

      Apoie nosso projeto e se inscreva em nosso canal no Youtube. Assista vídeo aqui: https://youtu.be/BuRt_wLuC_g

      Atenciosamente,

  3. Fernando de Souza diz:

    Fui autor de uma colisão entre dois carros assumi a responsabilidade na hora e paguei a franquia agora sou cobrado pela seguradora, é legal,não vou pagar

    • Jessica diz:

      Fernando, bom dia!

      Recomendamos assistir este vídeo no qual tratamos deste assunto: “Seguradora pode cobrar causador?”
      Quando o segurado é vítima e aciona o próprio seguro ele tem que pagar a franquia e a seguradora cobre a diferença acima da franquia. O segurado pode solicitar o ressarcimento da franquia ao causador, enquanto a seguradora pode solicitar o ressarcimento da diferença coberta por ela pelo que chamamos de “sub-rogação”. Recomendamos consultar um advogado se necessário.

      Apoie nosso projeto e se inscreva em nosso canal no Youtube. Assista vídeo aqui: https://youtu.be/BuRt_wLuC_g

      Atenciosamente,

Escreva sua dúvida! Pedimos apenas uma gentileza: procure ser breve, pois são muitas dúvidas todos os dias! :)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *