Seguro Porto cobre teto panorâmico?

Saiba se seguro de carro da Porto Seguro cobre teto panorâmico!

Muitos modelos de veículo tem saído com vidro panorâmico, desde modelos intermediários até modelos de luxo. A Imagem 1 abaixo mostra exemplos.

Imagem 1

Para esses casos, é importante o consumidor estar atento às coberturas dos seguros de automóvel para esse item. No post de hoje focamos no funcionamento desta cobertura para a seguradora Porto Seguro.

Somos especialistas em seguro auto – faça sua cotação conosco!

Cotação Seguro Carro - 2

Vidro panorâmico e
pacotes de vidros

As seguradoras oferecem diferentes “pacotes” de cobertura de vidros em seus seguros de carro. Na Porto Seguro, há duas opções: a) vidros (opção “simples”) e b) vidros e retrovisores, faróis e lanternas (opção “completa”).

O vidro panorâmico tem cobertura dentro do pacote mais completo enquanto que é risco excluído no pacote simplificado. Na Imagem 2 abaixo você confere como essa informação aparece nas cláusulas contratuais (Condições Gerais).

Imagem 2

Recomendação: Por isso, atenção! Se seu veículo tem vidro panorâmico, contrate a opção de vidros, retrovisores, faróis e lanternas. Do contrário, não terá cobertura para reparo exclusivo desse item, sendo necessário que o danos atinjam a franquia do casco para que você possa repará-lo ou trocá-lo.

Regras

As regras para acionamento da cobertura de vidro panorâmico também constam nas cláusulas contratuais, que separamos para você na Imagem 3 abaixo.

Imagem 3

Em resumo, as regras são as seguintes:

Cotação Seguro Carro - 2

Limite de utilização

A cobertura garante até 40 mil reais em serviços de troca ou reparo de vidros, faróis, retrovisores e lanternas ao longo de toda vigência, sendo que para cada evento o limite máximo é de 20 mil reais.

Exemplo 1: Maria tem um seguro de automóvel Porto Seguro com cobertura de vidros, faróis, retrovisores e lanternas. Ao longo da vigência de um ano, ela precisa acionar esta cobertura uma vez para reparo do vidro panorâmico após viagem de julho e uma segunda vez para o retrovisor durante viagem de natal. No primeiro evento, o reparo custou 1.000 reais (coberto pela seguradora) e no segundo, foi de 500 reais. Somando os dois eventos, ela usou 1.500 reais de sua cobertura de vidros em geral. Como o limite da vigência é de 40.000, ela ainda tem 40.000 – 1.500 = 48.500 reais para usar ao longo do restante do contrato se precisar.

Exemplo 2: José estava com seu carro estacionado na rua, quando fatidicamente iniciou-se um tiroteio (desculpe, foi o único exemplo que consegui imaginar para destruir tantos vidros). José saiu ileso, mas seu carro foi atingido. As balas pegaram os vidros mas não a lataria. Ao todo, o reparo de todos vidros, faróis, retrovisores e lanternas atingidos foi de 10.000 reais. Como José tinha a cobertura que mencionamos na Porto Seguro, o limite de utilização para um único evento seria de 20.000. Como 10.000 cabe dentro dos 20.000, ele poderá acionar a cobertura para cobrir os reparos integralmente (descontadas as franquias que mencionamos abaixo).

Franquia

A franquia do vidro panorâmico será a mesma do para-brisa. Ela será cobrada sempre que o vidro panorâmico precisar ser trocado – quando o segurado pagará a franquia e a seguradora cobrirá a diferença acima dela. Já nos casos em que o reparo for possível sem troca, não haverá franquia.

No casos em que a peça for blindada, será acrescido 5% sobre o valor dessa franquia, com mínimo de 100 reais. Lembrando que é obrigatório mencionar nos dados do veículo que trata-se de veículo blindado.

Exemplo 3: Suponha que Gabriel tem esta cobertura e a franquia de para-brisa seja de 200 reais. Numa chuva de granizo o vidro panorâmico é avariado. Ao levar no prestador da Porto, o prestador informa que a trinca é passível se reparo sem troca. Logo, Gabriel não precisará pagar os 200 reais. Se tivesse sido necessária a troca, Gabriel pagaria os 200 reais e toda a diferença ficaria a encargo da seguradora.

Exemplo 4: Ana tem um veículo blindado. O vidro panorâmico é danificado por uma pedrinha na estrada, sem possibilidade de reparo, sendo necessária a troca. A franquia de para-brisa é de 200 reais, mas como a peça é blindada, será de 200 + 5% = 210 reais. Ana pagará esse valor e a seguradora cobrirá toda diferença (referente à peça e mão-de-obra).

Prestador e Reembolso

Se o consumidor-segurado contratar a opção de cobertura em “Rede Referenciada”, o acionamento deverá ser feito necessariamente por meio da Central 24h no 0800 da seguradora. Isso é necessário para que a seguradora indique seus prestadores referenciados e autorize o reparo.

Para ter a opção de levar onde preferir para posteriormente pedir reembolso, é necessário ter contratado a cobertura com opção “Livre escolha”. Do contrário, não há possibilidade de reembolso.

Bônus

A cobertura de vidros, tanto na opção “simples” quanto “completa”, não influencia os bônus na renovação. Portanto, ainda que o segurado precise acionar a cobertura para o vidro panorâmico (ou outro itens dessa cobertura) ao longo da vigência, isso não influenciará seus bônus.

Faça cotação do seu seguro de carro com nossos especialistas!

Cotação Seguro Carro

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Jessica

Economista (Unicamp), especialista em Direito e Economia (Unicamp), com MBA Executivo em Tendências de Inovação (Inova Business School), atualmente cursa Programa Avançado em Data Science e Decisão (Insper). É desenvolvedora da Muquirana Seguros Online, Maior Tira-Dúvidas Gratuito sobre Seguros da Internet e da Youcons, plataforma inteligente de consórcios; Diretora comercial na DM4 Corretora de Seguros; Professora na extensão universitária em Direito e Economia da UNICAMP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *