Seguro roubo e furto de carro: como funciona? [VÍDEO]

Assista a vídeo no qual explicamos como funciona o seguro de roubo e furto de veículos, com exemplos das principais situações em que o seguro de roubo é usado!

Esta semana preparamos um vídeo no qual explicamos como funciona o seguro de roubo e furto de carros nas seguintes situações:

  • Roubo ou furto sem recuperação do veículo
  • Roubo ou furto com recuperação do veículo depois de você já ter recebido indenização integral
  • Roubo ou furto com recuperação do veículo antes de você receber indenização integral
  • Roubo ou furto com recuperação do veículo com avarias e danos

Assista abaixo e aproveite para se inscrever em nosso canal :)


Peça sua cotação de seguro total ou seguro somente para roubo e furto + assistência 24h!

Clique abaixo na opção de seu interesse.

Cotar seguro total:
Cotação Seguro Carro - 2

Cotar seguro para roubo e furto + assistência 24:
Cotação Seguro Roubo Carro – 2

Sobre Jessica

Formada em Ciências Econômicas (UNICAMP), com MBA Executivo em Trends Innovation (Inova Business School), atualmente faz extensão universitária em Direito e Economia (UNICAMP). É desenvolvedora da Muquirana Seguros Online, projeto inovador focado no atendimento humanizado por meio da internet. Atua como Gestora na DM4 Corretora de Seguros, associada do Grupo Exalt, maior grupo de corretores de Campinas e Região.
Adicionar aos favoritos o permalink.

26 Responses to Seguro roubo e furto de carro: como funciona? [VÍDEO]

  1. Reginaldo Rodrigues diz:

    Estava em trânsito no município de Uberlandia MG, quando meu veículo foi abalroado por trás. A seguradora do veículo que me bateu quer que eu leve o meu carro para conserto em Uberlandia e eu resido em Brasília. É justo eu reparar o meu carro na cidade onde resido?

    • Jessica diz:

      Reginaldo, boa tarde!

      Desculpe a demora em responder, recebemos muitas dúvidas esses dias!

      O terceiro pode optar por fazer os reparos em sua cidade normalmente, não havendo qualquer obrigação de realizar o reparo na cidade do segurado causador.

      O que pode gerar conflito é quando o veículo está sinistrado e precisa de guincho para ser removido para outra cidade. Quando o custo do guincho é alto, a seguradora pode propor de fazer o reparo na cidade onde ocorreu o sinistro ou proximidade; ou então, chegar a um acordo sobre o guincho, por exemplo compartilhando o custo com o terceiro, para remover para a outra cidade.

      Se o problema no seu caso não for guincho e o veículo já estiver em sua cidade, não deverá haver problemas. Neste caso recomendamos argumentar com a seguradora que é inviável remover o veículo para Uberlândia e que deseja fazer o serviço em oficina referenciada ou de livre-escolha em Brasília. Optando por oficina referenciada o senhor terá garantia do serviço tanto pela oficina quanto pela seguradora e ajudará nessa argumentação, por isso é uma dica. Mas pode optar por oficina de livre-escolha normalmente, sendo necessário apenas haver acordo entre oficina e seguradora sobre valores e serviço a ser realizado.

      Apoie nosso projeto e se inscreva em nosso canal no Youtube. Assista vídeo aqui: https://youtu.be/yx53w16XnbY

      Atenciosamente,

  2. nei diz:

    baterao no meu carro. fez tres orçamento 11.mil .8.300reais .7.600l o carro de valor 9.800deu pt
    gostaria de saber se posso exigir que reforme meu carro porque. tem um valor centimental pelo veiculo .

    • Jessica diz:

      Nei, boa tarde!

      Desculpe a demora em responder, recebemos muitas dúvidas esses dias!

      É possível negociar com a seguradora para que ela pague parte do conserto e o senhor faça o reparo por sua conta.
      Damos dicas de como negociar nessa situação neste post, recomendamos a leitura.

      Apoie nosso projeto e se inscreva em nosso canal no Youtube. Assista vídeo aqui: https://youtu.be/yx53w16XnbY

      Atenciosamente,

  3. Solonel Campos Drumond Jr diz:

    Meu carro estava corretamente estacionado em frente ao prédio onde moro. Atrás dele estacionou um outro, no sentido inverso (na contramão). Um terceiro carro desgovernou e bateu no segundo carro, que opor sua vez, bateu no meu, danificando a traseira.
    Fui avisado por vizinhos, que me localizaram e rapidamente cheguei no local. O proprietário afirmava que, apesar de não ter culpa, assumiria junto ao seguro e arcaria com as minhas despesas. Fotografado o carro, chamei a perícia e ele imediatamente pediu para não chamar pois seu carro estava irregular, com IPVA atrasado. Em suma, no dia seguinte fui à sua seguradora e me avisaram que, como ele não assumiu a culpa, não estaria coberto. Finalizando, acionei meu seguro e vou ter este prejuízo (franquia) Posso acioná-lo na justiça para ser ressarcido? Ele alega que o culpado foi o que fugiu. A grosso modo até concordo, mas quem bateu no meu foi o carro dele. A seguradora dele pode negar esta cobertura de terceiros neste caso?

Escreva sua dúvida! Pedimos apenas uma gentileza: procure ser breve, pois são muitas dúvidas todos os dias! :)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *