Como definir valor segurado no seguro celular?

Entenda quais as regras da seguradora Porto Seguro para estipular o valor segurado (Limite Máximo de Indenização) dentro do seguro de celular!

Quando o segurado contrata uma apólice para proteger seu celular, é comum não entender os critérios usados para determinar o valor segurado de seu aparelho. É importante não ficar com essa pulga atrás da orelha, pois é este o valor a ser indenizado num eventual sinistro.

No post de hoje explicaremos como definir o Limite Máximo de Indenização (LMI) em um seguro de smartphone; e também dos critérios de depreciação aplicados pela seguradora.

Clique abaixo para cotar e contratar online seu seguro de smartphone!

Cotar seguro smartphone e seguro câmera

Passo #1 – Valor de aquisição

Neste post estamos tomando por referência o produto da seguradora Porto Seguro. Podem haver diferenças em outras companhias. É sempre recomendável solicitar ao corretor da sua apólice para confirmar as informações.

No caso da Porto – assim como no seguro de notebooks, tablets, videogames portáteis, etc – o seguro de celular sempre começará olhando para o valor de aquisição do bem. Em outras palavras, o valor pago quando ele foi comprado.

Este valor pode ser comprovado por meio da nota fiscal ou recibo de compra e venda (com firma reconhecida, no caso de sinistro) ou cupom fiscal ou invoice ou comprovante de importação. O mesmo documento que tiver sido usado como referência para estipular o valor segurado poderá ser solicitado para pagamento de indenização em eventual sinistro, por isso é importantíssimo guardá-los.

Exemplo: Suponha que hoje seja 01 de janeiro de 2020. Maria comprou um smartphone por R$ 2.500 e no momento da compra solicitou o cupom fiscal. Ela guardou este cupom. Em 01 de janeiro de 2021 decidiu fazer um seguro para seu corretor. O primeiro passo é informar que o valor de aquisição, conforme cupom fiscal, foi de R$ 2.500. [continua]

Passo #2 – Depreciação

Depreciação é quando determinado bem vai perdendo valor ao longo do tempo. O seguro de celular leva isso em conta. Por isso o passo nº 2 na definição do valor segurado de um smartphone será calcular a depreciação.

A depreciação é “feita” de duas coisas: tempo e desvalorização. Portanto, o segurado deverá observar quanto tempo tem seu smartphone e, com base numa tabela da seguradora, ver qual o percentual de desvalorização.

Veja abaixo exemplo da Tabela de Limitação Prévia (um nome difícil para “Tabela de Depreciação”) da Porto Seguro. Observe que a Tabela para smartphones é separada da de outros portáteis, como notebooks, pois smartphones depreciam muito mais e muito mais rápido.

Exemplo: Lembra do exemplo da Maria? Ela pagou R$ 2.500 em 01 de janeiro de 2020. Mas só fez o seguro 12 meses depois, em 01 de janeiro de 2021. Como o tempo passou, haverá uma depreciação do valor segurado. Na Tabela acima, 12 meses equivalem a 15% de redução. Como o valor de aquisição é de 2.500, a redução será de 2.500 x 15% = 375. [continua]

Passo #3 – Limite Máximo de indenização

Chegamos então no último passo!

Com valor de aquisição e valor de depreciação em mãos, você já pode determinar o Limite Máximo de Indenização (LMI) da sua apólice celular. Subtraia a depreciação do valor de aquisição e pronto!

Exemplo: Voltemos ao exemplo da Maria. Já sabemos que o valor de aquisição do seu smarpthone foi de R$ 2.500 e que pela Tabela da seguradora a redução (depreciação) será de R$ 375. Portanto o valor segurado (LMI) que Maria usará em seu seguro será de 2.500 – 375 = R$ 2.125.

Mas o que quer dizer “Limite Máximo de Indenização”?

O LMI é o “teto” de cada cobertura do seu seguro. No casos de sinistro com indenização, a seguradora sempre pagará no máximo este teto, sem exceções. Se o prejuízo ultrapassar o LMI, a diferença fica a encargo do segurado.

Vale lembrar ainda que o LMI está sujeito à aplicação de franquia nas coberturas que tiverem.


E você, já tem seguro de smarpthone ou outros portáteis? Aproveite e cote com a gente!

Cotar seguro smartphone e seguro câmera

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Jessica

Economista (Unicamp) e Corretora (ENS), especialista em Direito e Economia (Unicamp), com MBA Executivo em Tendências de Inovação (Inova Business School),é desenvolvedora da Muquirana Seguros Online, Maior Tira-Dúvidas Gratuito sobre Seguros da Internet e Diretora na DM4 Corretora de Seguros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *