Existe seguro de arrastão em bares e restaurantes?

Saiba como funciona a cobertura de arrastão nos seguros empresariais para bares, restaurantes, escolas, farmácias e outros comércios sujeitos ao risco de assalto de clientes!

Infelizmente o Brasil vive uma realidade de violência por todos os lados. Bares, restaurantes, escolas, farmácias e tantos outros tipos de estabelecimentos comerciais estão sujeitos ao chamado “arrastão” – quando um ou mais bandidos entram no local e mediante ameaça levam bens e dinheiro dos clientes que estavam no local.

No post de hoje explicaremos como funciona a cobertura de arrastão dentro do seguro empresarial.

Aproveite e cote seu seguro empresarial com nossa equipe! :)

Cotar Seguro Empresarial – Seguro Empresa

Arrastão no seguro empresarial

O que é a cobertura de arrastão

A cobertura para prejuízos relacionados a arrastões é um opção adicional dentro do seguro empresarial. Ela não vem automaticamente na cobertura básica. Por isso você deve contratar a cobertura básica de incêndio e solicitar ao corretor a inclusão da cobertura de “arrastão”, junto a outras coberturas adicionais de seu interesse.

O nome da cobertura varia entre as seguradoras. Por exemplo: Na Porto Seguro chama-se “Subtração de valores e bens de clientes – Arrastão”; enquanto na Tokio Marine você encontra como “Roubo de bens de clientes”.

Como funciona a cobertura de arrastão

LMI: Ao incluir a cobertura, você escolherá um Limite Máximo de Indenização (L.M.I). Este é o teto de indenização que a seguradora pagará se ocorrer um sinistro, ou seja, um arrastão.

Exemplo 1: No momento do arrastão havia 6 clientes no bar. Os ladrões levaram relógio, jóias e dinheiros de todos, somando um prejuízo total de 5.000 reais. O estabelecimento contratou um seguro empresarial com cobertura de arrastão com LMI de 4.000 reais. A seguradora cobrirá até este limite de 4.000, enquanto a diferença de 5.000 – 4.000 = 1.000 ficará a encargo do bar.

Por isso é importante não escolher um LMI muito baixo!

Franquia: A cobertura poderá ter uma Participação Obrigatória do Segurado (POS), que é um nome diferente para franquia. A franquia é a parte do prejuízo que pelo contrato cabe ao segurado.

Exemplo 2: Num arrastão o prejuízo dos clientes foi de 5.000 reais. A LMI contratada para cobertura de arrastões do estabelecimento era de 10.000, com franquia de 10% dos prejuízos com mínimo de 250 reais. A franquia será de 10% x 5.000 = 500 reais. O prejuízo de 5.000 cabe inteiro na LMI de 10.000. Portanto, a cobertura ficará assim: o segurado pagará a franquia de 500 reais e a seguradora cobrirá a diferença de 5.000 – 500 = 4.500 reais.

Circunstâncias: A cláusula de cobertura de arrastões pode variar entre os contratos das seguradoras, mas sempre trarão uma definição de em quais circunstâncias ela pode ser acionada, ou seja, quando a seguradora considera ou não um arrastão.

Recomendamos sempre solicitar ao corretor da apólice para lhe ajudar a localizar a cláusula específica de sua seguradora. Mas de maneira genérica, as seguradoras costumam definir o arrastão por:

  • Bens ou valores subtraídos estavam dentro do estabelecimento no momento da subtração
  • A subtração ocorreu mediante ameaça direta ou emprego de violência
  • Os fatos foram registrados pelos clientes em Boletim de Ocorrência (BO)

Tipos de bens: As seguradoras também costumam listar o tipos de bens cobertos dentro da cobertura de arrastão. Solicite ao corretor da apólice para checar a lista específica de sua seguradora.

De modo geral, estão cobertos: joias, relógios, bijuterias, canetas, óculos, bolsas, carteiras, equipamentos eletrônicos (celulares, smartphones, notebooks, tablets, câmeras digitais), vestuário e dinheiro em moeda corrente.

A seguradora poderá solicitar aos clientes a comprovação de posse dos bens subtraídos por meio de notas fiscais ou outros documentos comprobatórios de aquisição e, no caso de valores em dinheiro, documentos de saques bancários ou equivalentes.

É importante ter claro que não estão cobertos bens de empregados ou da própria empresa, para os quais é necessária contratação de outra cobertura.

Outras coberturas interessantes

Durante o arrastão, nem só clientes do local podem ser vítimas de roubo. O próprio comércio pode ter bens e valores subtraídos. Por conta disso é importante considerar a contratação de coberturas que protejam bens do local, quais sejam:

  • “Subtração de bens e mercadorias”, para bens tangíveis
  • “Subtração de valores”, para dinheiro em moeda corrente.

Assim como a cobertura de arrastão, essas coberturas podem aparecer com diferentes nomes entre as diferentes seguradoras. Explique ao corretor qual tipo de risco deseja cobrir para que ele localize a cobertura correta na seguradora de seu interesse.


E você, já passou pela experiência de um assalto dentro ou fora de um comércio? Espero muito que não, mas que se sim, que tenha ficado tudo bem no final.

Faça cotação do seguro de sua empresa conosco!

Cotar Seguro Empresarial – Seguro Empresa

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Jessica

Economista (Unicamp) e Corretora (ENS), especialista em Direito e Economia (Unicamp), com MBA Executivo em Tendências de Inovação (Inova Business School),é desenvolvedora da Muquirana Seguros Online, Maior Tira-Dúvidas Gratuito sobre Seguros da Internet e Diretora na DM4 Corretora de Seguros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *