“Risco sem aceitação” no seguro. O que isso quer dizer?

Risco sem aceitação no seguro. O que quer dizer?

Fechou o seguro e seguradora disse que é “Risco sem aceitação” (ou “Proposta sem aceitação”)? Entenda agora o que isso quer dizer!

Quando alguns consumidores contratam um seguro, se deparam com a seguinte mensagem da seguradora: “Proposta sem aceitação” ou “Risco sem aceitação”. Afinal, o que isso quer dizer? No post de hoje nós explicamos!

Aproveite para cotar seu seguro de automóvel com a gente! :D

cotar-seguro-auto-2021

“Risco sem aceitação” no seguro

A contratação de um seguro passa por algumas etapas: Começa com o orçamento. Quando o consumidor fecha, o corretor transmite uma proposta para a seguradora. A seguradora recepciona essa proposta e tem até 15 dias úteis para dizer se aceita ou recusa a proposta.

É nesse momento que pode vir a mensagem “Proposta sem aceitação” ou “Risco sem aceitação”. Significa que a seguradora recebeu a proposta do consumidor para contratar determinado seguro, mas por alguma razão recusou essa proposta e, portanto, o seguro não terá validade.

Apesar de a seguradora poder recusar propostas, essas são as exceções. O mais comum é a aceitação do risco. Se ela aceitar, será emitida uma apólice e a cobertura passa a ser garantida na vigência contratada.

Qual o motivo da recusa?

Uma proposta de seguro pode ser recusada por dezenas de motivos. A seguradora deverá informar este motivo no e-mail ou carta no qual formaliza a recusa.

Às vezes essas justificativas são bastante claras; outras vezes, são mais genéricas.

Por exemplo, no seguro de uma fábrica a seguradora pode recusar a proposta após realizar uma inspeção de risco e verificar que o local de risco é demasiadamente exposto ao risco de incêndio. Na carta de recusa ela poderá anexar o laudo da inspeção e pontuar esse excesso de risco de forma bastante clara.

O mesmo vale para um veículo para o qual se contratou um seguro de automóvel mas que foi reprovado na vistoria prévia por excesso de avarias, ou porque o veículo era rebaixado, ou algo assim.

Por outro lado, pode acontecer de num seguro de automóvel vir a recusa com uma justificativa bastante genérica, do tipo “Risco fora dos critérios de aceitação da companhia”. Nesses casos é difícil identificar o real motivo da recusa, sendo necessário contatar a seguradora para ter mais detalhes. Contudo, nem sempre esses detalhes são dados.

O que fazer se meu seguro for recusado?

Para aqueles que tiveram o seguro recusado, temos algumas dicas que podem ajudar!

O primeiro passo é sempre checar qual foi o motivo da recusa. Se for possível, corrija o ponto levantado pela seguradora e tente uma nova contratação. Por exemplo: Um veículo que tem o seguro recusado por ser rebaixado, pode modificar novamente a suspensão do carro para altura padrão do modelo, e contratar novamente o seguro. Será feita nova análise, mas as chances de aceitação serão maiores.

Mas suponha que o segurado não deseja fazer isso. Resta então duas alternativas possíveis.

A primeira alternativa é buscar outra seguradora que tenha o mesmo tipo de seguro e tentar uma nova contratação. No exemplo do carro rebaixado, seria o caso de pedir para o corretor de seguros checar quais seguradoras aceitam veículos rebaixados na cobertura compreensiva. Neste caso especificamente, infelizmente o consumidor não encontraria aceitação em nenhuma do mercado.

A segunda alternativa, quando a primeira falha, é buscar outro produto de seguro, que seja mais flexível para as características do bem segurado. No exemplo do carro rebaixado, seria o caso de mudar a busca de um seguro compreensivo para um seguro mais básico, como por exemplo o seguro de roubo e furto da Suhai, reconhecido por aceitar esse tipo de veículo.

Em resumo, se tiver o seguro recusado:

  • Passo 1: Verifique se é possível fazer as melhorias necessárias para que a seguradora aceite seu risco.
  • Passo 2: Se não for possível fazer melhorias, busque outras seguradoras que ofertem o mesmo produto e consulte se elas tem regras mais flexíveis que a anterior.
  • Passo3: Se não for possível contratar o mesmo produto com outra segurado, busque por outros produtos de seguro no mercado que sejam mais simplificados e flexíveis do que o contratado inicialmente.

E você, já teve uma proposta de seguro recusada? Você tentou fazer melhorias no bem/local de risco ou preferiu mudar de seguradora/produto?

Aproveite para cotar seu seguro de automóvel com a gente! :D

cotar-seguro-auto-2021

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Jessica

Economista (Unicamp) e Corretora (ENS), especialista em Direito e Economia (Unicamp), com MBA Executivo em Tendências de Inovação (Inova Business School),é desenvolvedora da Muquirana Seguros Online, Maior Tira-Dúvidas Gratuito sobre Seguros da Internet e Diretora na DM4 Corretora de Seguros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.