Quais as coberturas do seguro de automóvel?

Veja lista das principais coberturas do seguro de automóvel e como elas funcionam!

O seguro de automóvel é bastante conhecido pela cobertura de colisão e roubo/furto. Muita gente não imagina a quantidade de outras coberturas disponíveis para o consumidor e como elas podem ser tão importantes quanto essas mais conhecidas.

No post de hoje listaremos as coberturas disponíveis no seguro de automóvel com resumo do funcionamento de cada uma delas.

Aproveite e faça cotação do seu seguro de automóvel conosco! :)

cotar-seguro-auto-2021

As coberturas do seguro de automóvel

As coberturas básicas

Existem diferentes modalidades de seguro automotivo. O que diferencia essas modalidades é a cobertura básica.

A cobertura básica é aquela que vem automaticamente no seguro, sem que o consumidor possa alterá-la. Os tipos de cobertura básica mais comuns são três:

  • Cobertura compreensiva:

Nos seguros compreensivos, a cobertura básica engloba colisão, incêndio, roubo ou furto.

É a modalidade mais completa e comum.

É aquela que prevê reparo do veículo em casos de perda parcial; e indenização integral nos casos de perda total ou roubo/furto sem recuperação.

franquia nos sinistros de perda parcial. Já em sinistros de indenização integral, não há franquia.

  • Cobertura somente para roubo ou furto:

Trata-se de um seguro simplificado sem cobertura para colisão. O foco está inteiramente na indenização por roubo ou furto sem recuperação. Não há cobertura para situações diferentes dessa.

Há algumas variações desta opção no mercado, como é o caso da Suhai: em caso de recuperação de roubo/furto no qual o veículo tenha sofrido avarias superiores a 75% do valor do veículo na Tabela FIPE, a seguradora também garante indenização integral.

Porém nem todo seguro de roubo/furto funciona assim. Sempre pergunte ao corretor responsável.

Não há franquia.

  • Cobertura somente para danos a terceiros:

Trata-se de um seguro de Responsabilidade Civil Facultativa Veicular (por isso também pode ser encontrado como “seguro RCF-V”). Seu foco está na cobertura de danos materiais ou corporais acidentalmente causados pelo veículo segurado a terceiros.

Nesta modalidade nunca haverá cobertura para o próprio veículo segurado, mas somente terceiros.

Não há franquia.

As coberturas opcionais

Junto à cobertura básica, o consumidor segurado pode agregar outras chamadas coberturas opcionais.

É aqui que ele tem a possibilidade de deixar o seguro exatamente com a sua cara, incluindo ou excluindo, aumentando ou diminuindo coberturas.

  • Danos a terceiros:

Pode não parecer, mas esta cobertura é tão importante quanto a cobertura do veículo segurado.

Também conhecida como “RCF-V”, a cobertura de terceiros cobrirá prejuízos decorrentes de danos materiais ou corporais que você acidentalmente causar a outras pessoas enquanto dirige o veículo segurado.

Se você for o causador de uma colisão e precisar pagar o conserto do carro da outra pessoa, é esta cobertura que entrará em ação. Se você acidentalmente lesionar alguém fora do carro enquanto dirige e essa pessoa entrar com uma ação contra você por danos corporais, também é esta cobertura que fará diferença.

Ela não tem franquia e recomenda-se contratar valores acima de 75 mil reais.

Mais detalhes aqui.

  • Passageiros:

A cobertura de passageiros recebe o nome de “Acidentes Pessoais a Passageiros”, sendo comumente chamada de “APP”.

Ela cobre danos corporais a passageiros que ultrapassarem a indenização prevista no seguro obrigatório, DPVAT.

Ela não tem franquia.

Mais detalhes aqui.

  • Carro reserva

Nos casos de sinistro coberto, o segurado tem garantido o número contratado de diárias de carro reserva.

Geralmente as seguradoras oferecem opções de 07, 15 ou 30 dias para contratação.

Algumas seguradoras oferecem 07 ou 15 dias gratuitos como benefício. Solicite sempre ao corretor da apólice para verificar para você.

Recomenda-se a contratação desta cobertura para aqueles que não tem um segundo carro na família para ajudar se ficar algum tempo sem o veículo segurado.

Mais detalhes aqui.

  • Vidros, faróis, retrovisores e lanternas

As seguradoras oferecem diferentes pacotes de cobertura de vidros: desde os mais básicos, com foco somente nos vidros (dianteiro, laterais e traseiro) até os mais completos, englobando faróis, retrovisores e lanternas.

Há ainda seguradoras que oferecem opções com cobertura para reparo de arranhões e riscos na lataria dentro da cobertura de vidros.

A cobertura de vidros poderá ter franquia específica para cada tipo de vidro. No geral as franquia são baixas e fazem a cobertura continuar valendo bastante a pena.

Recomenda-se a contratação de vidros, faróis, retrovisores e lanternas sempre.

  • Higienização em caso de alagamento

Caso o veículo segurado seja pego por forte chuva com inundação ou alagamento, a cobertura de higienização poderá ser acionada.

É muito recomendada para quem reside ou circula em regiões chuvosas ou conhecidas por alagarem.

Mais detalhes aqui.

  • Acessórios

Para aqueles automóveis em que foram colocados acessórios não-de-fábrica, como caixas de som, bancos, rodas etc., é importante considerar contratação de cobertura de acessórios.

Sem esta cobertura, o seguro sempre considerará o valor da Tabela FIPE que, por sua vez, considera o modelo com características de fábrica. Se forem colocados acessórios de valor significativo é importante protegê-los com esta cobertura.

  • Isenção da 1ª franquia

Algumas seguradoras oferecem cláusula de “isenção da 1ª franquia”. No primeiro sinistro de perda parcial que ocorrer ao longo da vigência, a seguradora arca integralmente com os prejuízos e o segurado não é obrigado a pagar a franquia. A partir do 2º de sinistro de perda parcial ao longo da vigência, a franquia volta a ser obrigatória em sinistros de perda parcial.

  • Lucros cessantes

Essencial para aqueles motoristas que usam o carro como fonte de renda, tais quais taxistas.

É escolhido um valor de diárias e no caso de sinistro em que o veículo segurado fique impossibilitado de circular por um tempo, o profissional é indenizado pelo lucro perdido nesse período.

É necessário ter comprovação da renda e pode haver uma franquia em número de dias para acionamento.

Caso use o veículo como meio de trabalho, recomenda-se contratação.

Por haver muita variação entre as regras das seguradoras, recomenda-se também perguntar ao corretor da apólice as regras de sua seguradora especificamente.

Mais detalhes aqui.

  • Carta verde

Obrigatório para quem viaja por países do Mercosul, o seguro Carta Verde deve ser contratado a parte do seu seguro automotivo. Porém, alguma seguradoras oferecem como benefício a seus segurados, por isso pergunte ao seu corretor.

Trata-se de um seguro de danos a terceiros válido dentro dos países do Mercosul.

Mais detalhes aqui.

Quais coberturas contratar?

Como você viu, são muitas as opções de cobertura!

Como mera sugestão, nossa recomendação é sempre fazer um seguro compreensivo com pelo menos:

  • Danos materiais e corporais a terceiros de R$ 100 mil ou mais
  • APP de R$ 20 mil ou mais
  • Vidros, faróis, retrovisores e lanternas
  • Carro reserva 07 dias

E você? Quais coberturas você tem no seu seguro? Algo mais básico ou mais completo? :D

Aproveite e cote seu seguro de automóvel com a gente!

cotar-seguro-auto-2021

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Jessica

Economista (Unicamp) e Corretora (ENS), especialista em Direito e Economia (Unicamp), com MBA Executivo em Tendências de Inovação (Inova Business School),é desenvolvedora da Muquirana Seguros Online, Maior Tira-Dúvidas Gratuito sobre Seguros da Internet e Diretora na DM4 Corretora de Seguros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *