Seguro para lucros cessantes: como funciona?

O seguro empresarial tem muitas coberturas adicionais interessantes para o dono de negócio. Uma delas é a de lucros cessantes.

Você sabe o que é e como funciona esta cobertura? Vem com a gente e descubra!

O que é “cobertura de lucros cessantes”

“Lucros Cessantes” é uma cobertura adicional dentro do seguro empresarial. Isso significa que ela não vem “automaticamente” no seguro, sendo necessário que o consumidor segurado informe o corretor de seguros responsável que deseja incluí-la.

Ela tem por objetivo garantir prejuízos de ordem financeira decorrentes de eventos que impossibilitem o uso do local ou de bens segurados. Vamos por partes:

Cotar Seguro Empresarial – Seguro Empresa

  • Quais prejuízos?

As seguradoras oferecem garantia para 3 tipos de prejuízos:

  1. Despesas fixas
  2. Lucro líquido
  3. Lucro bruto

O segurado deve escolher para qual dos três deseja cobertura, tendo sempre em mente que lucro bruto é a opção mais ampla que engloba as outras duas.

Há seguradoras que oferecem exclusivamente contratação para lucro bruto.

  • Quais eventos?

As seguradoras especificam em contrato os tipos de eventos de sinistro que estão garantidos pela cobertura de Lucros Cessantes.

Usualmente esses eventos são: a) incêndio, explosão, fumaça no local segurado; b) interdição do local segurado por autoridade competente por incêndio, explosão ou fumaça na vizinhança; c) danos físicos no local segurado pelo impacto da queda de raio.

Além desses, algumas seguradoras permitem incluir também eventos de a) danos elétricos, b) vendaval e c) tumultos.

Isso significa que a garantia de lucros cessantes é dada somente na ocorrência destes tipos de sinistro. Ainda que outros tipos possam gerar prejuízos pela parada do negócio, não estarão cobertos se não constarem na lista de eventos cobertos especificamente dentro da cláusula de lucros cessantes.

Como funciona em caso de sinistro

É importante ler as cláusulas contratuais da seguradora de sua escolha para se certificar de como funciona ali. Porém, em geral, a indenização de lucros cessantes funciona da seguinte forma:

  • Indenização:

Suponha que ocorre um incêndio que danifica a máquina de uma fábrica. A fábrica fica 20 dias com a operação reduzida pela falta da máquina, que respondia por metade do seu faturamento.

cotar-seguro-auto-2021

O primeiro passo é verificar se o segurado (no caso, a fábrica) contratou cobertura de lucros cessantes para a) despesas fixas, b) lucro líquido ou c) lucro bruto. Vamos supor que tenha sido lucro bruto. Se fosse uma das outras duas, basta usar o respectivo valor no cálculo.

O valor da indenização será a perda do lucro bruto na proporção da queda de faturamento e/ou produção dentro do período indenitário.

Como assim? Em nosso exemplo:

Imagine que a fábrica tem lucro bruto mensal de 400 mil.

Vimos que a falta da máquina reduziu seu faturamento pela metade. Logo, a proporção de queda foi de 50%. Aplicando esta proporção sobre o lucro bruto, temos 400 / 2 = 200 mil.

Porém, 200 mil é o prejuízo mensal, ou seja, 30 dias. Só que a máquina não ficou parada o mês inteiro, e sim 20 dias. Este é o período indenitário. Se o prejuízo é de 200 mil em 30 dias, o prejuízo diário é 200.000 / 30 = 6.666 . Portanto, em vinte dias: 20 x 6.666 = 133.333 reais.

Suponha que a fábrica contratou um Limite Máximo de Indenização de 250 mil na cobertura de lucros cessantes. Como R$ 133.333 está dentro do limite, a fábrica será integralmente indenizada neste valor.

Dicas importantes
  • Comprovantes e documentos

A apuração de prejuízos é feita com base na contabilidade, controles extracontábeis ou outros meios legais mantidos pelo segurado. Por isso é importante que o segurado interessado na cobertura de lucros cessantes tenha alguma forma de controle da operação.

  • Limite

Ao contratar a apólice, o segurado escolhe o Limite Máximo de Indenização (LMI). Este é o “teto” da cobertura. Se o prejuízo ultrapassar este teto, a diferença não será coberta. Por isso o segurado deve escolher com cuidado o LMI.

Para apólices empresariais com cobertura de lucros cessantes de valores milionários, este limite deve ser olhado com ainda mais cuidado. É o caso de grandes empresas e grandes indústrias.

As seguradoras podem estipular que para LMI acima de determinado valor, lucros cessantes passa a cobertura deixa de ser contratada à 1º Risco Absoluto e passa a ser à 1º Risco Relativo. Para entender o que é isso e por que essa diferença importa, leia este outro post.


E aí, gostou deste resumão sobre seguro empresarial e lucros cessantes? Somos especialistas em seguro, aproveite para cotar seu seguro conosco!

Cotar Seguro Empresarial – Seguro Empresa

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Jessica

Economista (Unicamp) e Corretora (ENS), especialista em Direito e Economia (Unicamp), com MBA Executivo em Tendências de Inovação (Inova Business School),é desenvolvedora da Muquirana Seguros Online, Maior Tira-Dúvidas Gratuito sobre Seguros da Internet e Diretora na DM4 Corretora de Seguros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *