Seguro tem limite de utilização de guincho?

Seguro tem limite de utilização de guincho?

Tem seguro de automóvel mas não sabe como funcionam as regras de limite de utilização de guincho/reboque? Confira agora aqui!

Os pacotes de assistência 24h dos seguros de automóvel incluem serviço de guincho para diversas situações, como panes elétricas, falta de combustível, colisões. Apesar de sua grande importância, são poucos os consumidores que conhecem as regras de funcionamento do limite de utilização de reboque no seguro.

No post de hoje mostraremos todos os tipos de limites a que o seguro deve se atentar, com dicas preciosas na hora de contratar e utilizar o guincho do seguro.

Aproveite para cotar seu seguro de automóvel com a gente! :D

cotar-seguro-auto-2021

Limite de Guincho no Seguro Auto

Cada seguradora tem suas próprias regras para assistência 24h e isso não é diferente para o serviço de guincho. Apesar dessas variações, é comum o mercado trabalhar com os seguintes tipos de limite:

  • Por ocorrência: Dentro de uma mesma solicitação, a seguradora coloca…
    • …limite de número de utilizações
    • …limite de quilometragem
  • Por vigência: Dentro do 01 ano de duração da apólice de seguro, a seguradora estipula:
    • um número máximo de utilizações conforme o tipo de ocorrência (ex.: colisão, pane, etc.).
    • uma quilometragem máxima para cada tipo de ocorrência (ex.: colisão, pane, etc).

No exemplo abaixo você confere essa divisão na seguradora Tokio Marine. Veja que nesse exemplo ela limita 01 utilização por ocorrência (ou seja, uma utilização para um mesmo evento), 03 ou 05 utilizações na vigência para pane (dependendo se contratou pacote “Completo” ou “Vip”) e utilizações ilimitadas para eventos de sinistro na vigência.

Todas as solicitações estarão também limitadas à quilometragem de guincho contratada pelo segurado.

Em outras seguradoras, esses números são diferentes. Solicite ao corretor da apólice para checar para você ou consulte as Condições Gerais disponíveis no site de sua seguradora.

A seguir, veremos alguns exemplos para ficar bem claro.

Exemplos 1
Tipo de ocorrência

É usual as seguradoras diferenciarem as regras conforme o tipo de ocorrência, colocando limites menores para situações de pane (seca, mecânica ou elétrica) em relação a sinistros (colisão, recuperação de roubo e furto, incêndio).

Exemplo A: Seguro com limite de 100km de guincho para panes em geral, mas 400km de guincho para sinistros cobertos. Segurado fica sem combustível (pane seca) e o posto mais próximo está a 110 km de distância. O seguro garantirá o reboque por 100 km e os 10 adicionais deverão ser pagos particularmente pelo segurado ao guincheiro. O limite de 400km não poderá ser utilizado pois é exclusivo para eventos de sinistro (colisão, recuperação de roubo ou furto, enchente, etc.).

Vale ressaltar que nem todas as seguradoras fazem esse tipo de diferenciação. Na Imagem 2 abaixo você confere exemplo da seguradora Porto Seguro, na qual a cláusula 33 garante quilometragem ilimitada de guincho tanto para panes quanto para acidentes.

Exemplo B: Seguro de km ilimitado tanto para panes quanto sinistros. Veículo segurado sofre pane elétrica e para na estrada. Auto elétrica de escolha do segurado fica a 500 km. Como o guincho é ilimitado, o veículo será removido para lá sem qualquer custo adicional para o segurado.

Verifique sempre em sua seguradora quais os limites para cada tipo de ocorrência.

Exemplos 2
Utilização por ocorrência

Atualmente a grandíssima maioria das seguradoras trabalha com a regra de 01 utilização de reboque por ocorrência. Ou seja, para um mesmo evento, o segurado pode utilizar o guincho uma única vez. O segundo acionamento em diante passa a ser por sua conta.

Essa regra é importantíssima nos sinistros de colisão, nos quais o veículo é removido para uma oficina. É importante que o segurado escolha a oficina com calma e consciência, pois se quiser trocar posteriormente, será necessário um segundo reboque, que deverá ser pago particularmente.

Exemplo C: Seguro com limite de 03 utilizações na vigência e 01 utilização por ocorrência para guincho. Segurado sofre colisão e chama reboque. Por motivos pessoais opta por rebocar o carro para sua casa. No dia seguinte, escolhe a oficina e chama o guincho novamente. Este segundo guincho será particular, não coberto pelo seguro, pois ainda que ele tenha 03 utilizações na vigência, há o limite de 01 utilização por evento.

Por isso é sempre recomendado rebocar o veículo para oficina após um acidente de trânsito, e não locais como casa ou estacionamentos. Se eventualmente o sinistro ocorre fora do horário comercial, é comum as seguradoras fazerem a remoção para seus pátios ou casa do segurado, para no próximo dia útil levar até uma oficina. Nesses casos, excepcionalmente, o segundo reboque é coberto normalmente pelo seguro, já que não era possível levar o carro imediatamente à oficina antes.

Exemplo D: Seguro com limite de 01 utilização de guincho por ocorrência. Ocorre colisão durante a madrugada, quando nenhuma oficina está aberta. Seguradora remove veículo para seu pátio. No dia seguinte, leva carro para oficina escolhida pelo segurado. Não há custos adicionais para este segundo reboque.

Exemplo 3
Contagem do Km

Outra dúvida frequente relacionada ao limite de guincho, é a contagem da quilometragem.

A seguradora inicia a contagem do ponto inicial do guincho até o local do veículo segurado? Ou somente quando o guincho chega ao local do veículo segurado?

A contagem sempre iniciará do ponto onde está o veículo segurado e terminará no ponto em que o veículo foi deixado a escolha do segurado. Ou seja, a viagem do guincho até o ponto inicial não é contabilizada para efeitos do limite do seguro.

Exemplo E: Seguro com 100 km de guincho para panes em geral. Veículo segurado sofre pane mecânica e chame reboque do seguro. O guincho estava a 50 km de distância do local. Quando chega, é feito reboque e veículo é levado para uma oficina a 90 km de distância. Os 50km percorridos pelo guincho para chegar até o carro não são contabilizados; somente os 90 km importam. Como esses 90km estão dentro do limite máximo de 100km, o segurado não terá custos adicionais por este reboque.

Nossa recomendação é sempre consultar o preço do seguro com guincho de km ilimitado, pois assim o segurado estará garantido mesmo em longas viagens. Muitas vezes a diferença de preço é pouca e acaba valendo a pena. Se não for o caso, contrate sempre um pacote de assistência 24h com limite de quilometragem de pelo menos a maior distância percorrida por você em viagens e passeios rotineiros.

Exemplo F: Segurado não quer contratar seguro com guincho ilimitado, mas quer estar bem resguardado. Ao longo do ano, ele tem por hábito viajar para praia, que fica a 250 km de sua casa. É recomendado que contrate um pacote de assistência 24h com no mínimo 250 km de guincho.

Guincho para Terceiro

Quando o segurado é causador da colisão, algumas seguradoras oferecem guincho para vítima. Veja abaixo exemplo da seguradora Porto Seguro, que oferece 100km de reboque para terceiros.

Nas seguradoras em que não há esse benefício, o terceiro deve arcar particularmente com o guincho e posteriormente enviar os comprovantes para a seguradora do causador. O valor poderá ser ressarcido por meio da cobertura de danos materiais a terceiros da apólice do causador, mediante análise da seguradora.


E agora, está fera nos assuntos relacionados a guincho no seguro? Já precisou acioná-lo alguma vez?

Aproveite para cotar seu seguro de automóvel com a gente! :D

cotar-seguro-auto-2021

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Jessica

Economista (Unicamp) e Corretora (ENS), especialista em Direito e Economia (Unicamp), com MBA Executivo em Tendências de Inovação (Inova Business School),é desenvolvedora da Muquirana Seguros Online, Maior Tira-Dúvidas Gratuito sobre Seguros da Internet e Diretora na DM4 Corretora de Seguros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.