Rastreadores de automóvel substituem o seguro?

Descubra qual o melhor custo-benefício: seguro ou rastreador de automóvel

Muitas pessoas se perguntam se rastreadores são proteção suficiente para seu automóvel, servindo de substituto do seguro. A pergunta chave nesses casos é “qual o melhor custo-benefício”?

Para chegar a uma resposta é preciso ter em mente aquilo à que tanto o seguro quanto os rastreadores se propõem enfrentar: o risco. Quais os riscos aos quais seu automóvel está sujeito? Como o seguro e o rastreador propõem protegê-lo desses riscos? E (afinal, muquirana que se preze sabe bem que sempre deve perguntar… rs!) qual o custo dessa proteção?

Cotação Seguro Carro - 2

Falando em rastreamento… Leia também: “Aplicativos para rastreamento e seguro contra roubo de celular”

Quais os principais riscos para um automóvel de passeio?

Muitas pessoas se esquecem que o roubo não é o único risco ao qual o automóvel está sujeito, ainda que seja um dos principais. No Relatório da Secretaria de Segurança do Estado de São Paulo se vê que só no 3º trimestre de 2012 foram roubados 20.603 veículos somente neste Estado.

É preciso considerar ainda muitas outras possibilidades: impacto de veículos (que pode ou não levar à perda total do veículo), danos a terceiros (como por exemplo num acidente de trânsito ou com seus passageiros), enchentes e inundações, granizo e até situações menos prováveis (mas vai saber…) como incêndio e raio. Essas e muitas outras situações são riscos tão eminentes quanto o roubo.

Seguro VS Rastreador: quais riscos enfrentam e como?

O rastreador, ainda que seja uma opção muitas vezes mais em conta que o seguro, abrange apenas o roubo, deixando de lado todos os demais riscos que mencionamos. Se seu veículo é roubado, tentarão rastreá-lo e recuperá-lo. Caso não encontrem, nada garante o ressarcimento do valor do veículo.

Alguns serviços de rastreamento incluem o pagamento do veículo caso não seja encontrado. São mais caros pois têm “embutido” um seguro de automóvel. Esse seguro, porém, também vale apenas para caso de roubo.

Já o seguro de automóvel, contratado através de um corretor e de uma seguradora, abrange tanto o roubo quanto muitos outros riscos a que se está sujeito no trânsito: colisão, acidentes pessoais com terceiros, enchentes etc. Seu custo relativamente mais alto se justifica pela cobertura de riscos muito mais diversos, protegendo muito mais.

Qual a melhor opção?

O seguro usualmente é mais caro que o rastreador, mas em termos de custo-benefício é muito mais vantajoso devido a maior abrangência de suas coberturas, ainda mais quando inclui a própria instalação de rastreador.

Além disso, o seguro pode oferecer diversos outros benefícios opcionais, como fornecimento de guincho e assistência em caso de danos hidráulicos ou elétricos. Em alguns casos, a própria seguradora oferece a instalação do rastreador em comodato com o segurado.

Ter somente o rastreador não garante, por exemplo, perdas parciais do veículo ou danos a terceiros. Além disso, o índice de recuperação através desses dispositivos vem caindo a cada ano, com a disseminação da importação do “jammer” – um aparelho que bloqueia o sinal do rastreador.

Antes de fazer sua escolha, atente para os riscos aos quais seu veículo, você e terceiros estão sujeitos no dia a dia do trânsito. Caso tenha interesse, consulte a Muquirana Seguros no telefone  19 3304.9920 para saber mais. Envie dúvidas e sugestões de posts! =)

Cotação Seguro Carro

Sobre Jessica

Formada em Ciências Econômicas (UNICAMP), com MBA Executivo em Trends Innovation (Inova Business School). Atualmente faz especialização universitária em Law & Economics (UNICAMP), sendo também associada à Associação Brasileira de Direito e Economia (ABDE). É fundadora da Muquirana Seguros Online, projeto inovador focado no atendimento humanizado por meio da internet. Atua como diretora comercial na DM4 Corretora de Seguros e pesquisadora independente na temática de insurance market.
Adicionar aos favoritos o permalink.

18 Responses to Rastreadores de automóvel substituem o seguro?

  1. Carlos Soares diz:

    Bom dia!

    Seria possível me informar quais empresas de rastreamento instalam o importado rastreador/bloqueador
    SUNTECH 340

  2. wilians da silva santos diz:

    gostei do seu artigo é esclarecedor , comprei um carro mais novo a pouco tempo , e estou muito indeciso em relação a seguro ou rastreador com seguro , logicamente quero economizar pois o preço do seguro ´na maioria das vezes salgado ,e o custo mensal do carro acaba sendo maior que o esperado , se possível gostaria de saber o percentual de indenizações que realmente foram paga por esta empresas de rastreamento com seguro e se é elas oferecem um produto confiável pois na hora da contratação tudo é fácil e simples mais quanto você quer ter o anunciado no momento da contratação a coisa muda de figura , daria pra se possível você me ajudar para que eu não caia em alguma armadilha . DESDE JÁ MUITO OBRIGADA.

    • Jessica diz:

      Willians, bom dia!

      Obrigada pelo elogio!

      Como você viu no artigo, o seguro de automóvel e os rastreadores são produtos bastante diferentes, pois oferecem diferentes tipos de proteção. Nós da Muquirana Seguros Online trabalhamos tanto com seguro de automóvel quanto com rastreadores a fim de atender a real necessidade do consumidor.

      No seu caso o que recomendamos é que avalie quais suas maiores preocupações na hora de escolher entre um e outro, pensando em alguns pontos:
      – Se sua única preocupação é roubo ou furto, o rastreador é uma opção interessante no caso de não recuperação do veículo. Porém, mesmo o rastreador “com seguro” não cobrirá possíveis danos que o veículo sofra enquanto estiver nas mãos dos ladrões (por exemplo: amassados, estragos, roubo de rodas etc.);
      – Se você se preocupa com possíveis danos materiais ou corporais que você venha a causa acidentalmente a terceiros, o rastreador não é suficiente. O ideal é combiná-lo a um seguro somente para terceiros ou partir para um seguro de automóvel completo.
      – Se você se preocupa com assistência 24h (guincho e chaveiro, principalmente), talvez o melhor caminho seja um seguro somente para incêndio e roubo com assistência, combinado ao rastreador simples. Ou então partir para um seguro de automóvel completo.

      São bastantes possibilidades, por isso se quiser fazer uma cotação é só avisar!

      Sobre a indenização paga por serviços de rastreador “com seguro”, não temos informações sobre o índice de indenizações pagas. Porém, se consta no contrato que haverá indenização em caso de não recuperação do veículo através do rastreador, a empresa é obrigada por lei a cumprir o contrato. Recomendamos que nesses casos leia sempre o contrato com bastante atenção às cláusulas que explicam como funciona a cobertura de roubo e furto.

      • Paulo Pereira diz:

        Jessica parabéns pela sua colocação transparente!

        Quanto ao último parágrafo “Sobre a indenização paga por serviços de rastreador “com seguro”, posso ajudar por experiência própria informando que NÃO FUNCIONA, observe que o único documento que garante o recebimento do sinistro é a APÓLICE, e estas empresas de rastreamento que vendem seguro(de 3ª linha) acoplado, não dão apólice ao cliente no ato do negócio, apenas um contrato duvidoso, a apólice QUANDO EXISTE é enviada a sua casa 60 dias depois e quando você leva esta apólice P/ um advogado ler, tenha certeza de que ele lhe dirá que você entrou numa fria.

        Como você disse SEGURO é um serviço e RASTREAMENTO é outro serviço.

        • Jessica diz:

          Paulo, bom dia!

          Sua colocação é muitíssimo importante! Agora entendi o que você quis dizer com “cláusulas duvidosas” no comentário anterior. Havia entendido que se referia ao seguro oferecido por seguradoras normais, mas agora entendo que se refere ao seguro que vem “acoplado” nos serviços de rastreadores.

          No casos em que o seguro e vendido como um benefício junto ao serviço de rastreamento, realmente é preciso atenção.
          Uma vez que um seguro é vendido junto ao rastreamento como um “benefício” ele deveria obedecer as normas que regulamentam o setor. Dentre essas normas, por exemplo, está que a apólice deve ser emitida dentro de 15 dias, sendo enviada ao cliente; que nesta mesma apólice deve constar Condições Gerais e Glossário para esclarecimento; entre outros pontos.

          Nós particularmente recomendamos sempre que se a pessoa tem interesse em contratar um seguro, que contrate o mesmo com uma seguradora regularizada pela SUSEP, pois terá seus direitos garantidos por lei e estará contratando o serviço dentro de um mercado regulado.

          De fato, seguro é um serviço e rastreamento é outro. Se o consumidor optar por um rastreador com seguro, é importante consultar um especialista para checar se está tudo em ordem. No seguro integral, nós corretores damos essa garantia o cliente, fazendo os esclarecimentos necessários e tirando todas as dúvidas.

          Obrigada novamente pela participação, muito bacana! Até mais!

  3. luiz diz:

    Olá discordo com algumas coisas, primeiramente o rastreador não pode ser comparado com seguro no meu ponto de vista, pois são p propósitos diferentes, um ajuda a recuperar seu carro (podendo ate recuperar objetos que foram roubados juntos como computadores e som) o outro te indeniza caso seu carro não seja achado! Falando sobre os jammers, a maioria dos empresas que usam rastreadores homologados já possuem equipamentos anti jammer. Em relação ao preço hoje no rastreamento temos planos a parti de 35 reais sendo 420 reais/ano! com acesso total ao sistema, os rastreadores colocados pelas seguradoras são em sua maioria restritos e o usuário não terá como monitorar seu veículo. Contribuindo mais afirmo que o ideal seria um rastreador (não pertencente a seguradora) e um seguro (que garantiria a indenização em caso de roubo não recuperado e danos de 3º). Salientando também que os seguros só pagam após 90 dias o valor FIPE que normalmente é mais barato que o valor de mercado e se o carro estiver financiado primeiro a seguradora quita o debito e se sobrar algo é dado ao proprietário. abraço

    • Jessica diz:

      Sr. Luiz, boa tarde!

      Eu concordo plenamente com você. Seguro de automóvel e rastreador são coisas complementares, tanto que diversas seguradoras oferecem o rastreador em comodato ao segurado visando a recuperação do veículo em caso do furto. Se houver a possibilidade de instalar um rastreador mais moderno por conta própria é melhor ainda, com certeza!

      Esse texto foi escrito com foco nas pessoas que procuram colocar o rastreador, pensando que ele faz o mesmo papel do seguro, quando na verdade são coisas diferentes. É importante mostrar que o rastreador cumpre muito bem sua função, mas não ampara outros riscos como danos a terceiros, colisões, enchentes, raios, incêndios, enfim, uma porção de outros riscos. E por isso um não substitui o outro.

      Nossa recomendação em sempre fazer o seguro de maneira nenhuma quer dizer que a pessoa não deva colocar um rastreador, se desejar. Apenas queremos mostrar que os riscos cobertos pelo seguro são fundamentais para proteger o veículo, o motorista, os passageiros e terceiros no trânsito.

      A respeito dos anti jammer, eu realmente não conhecia. Quando escrevi o artigo em 2013 li sobre os jammers no portal do G1 e até então não conhecia nenhuma solução. Mas é sensacional que tal tecnologia já exista! Afinal, o consumidor fica mais protegido.

      Vi no site que você cadastrou junto ao seu comentário que você trabalha com rastreadores. Achei muito bacana o seu site e seu produto. Indicarei para os nossos clientes que optarem por também contratar o rastreador por conta própria. E fica a dica para nossos internautas do site do Luiz: http://www.meurastro.com.br

      Abraços e valeu pela contribuição! :)

    • Paulo Pereira diz:

      Concordo plenamente com a postagem do LUIZ.

      Veja que nos USA e Europa é proibido empresa de rastreamento vender seguro acoplado.

      Rastreamento veicular é uma alternativa para quem não pode pagar os preços absurdos cobrados pelas seguradoras, e digo mais, confio mais numa empresa de rastreamento séria, tipo SPY CAR RASTREADORES do que numa apólice de seguros repleta de clausulas duvidosa.

      • Jessica diz:

        Paulo, bom dia!

        É exatamente para atender a diversidade da demanda em termos de renda e preferências que existem os dois serviços. Cabe a cada um escolher aquele que melhor lhe atende em termos financeiros e de garantia. O artigo mostra nosso ponto de visto, não dizendo que o serviço de rastreadores é ruim, mas sim mostrando que há outros riscos além do roubo a serem considerados.

        Nós também trabalhamos com venda de rastreadores exatamente por entender que determinados públicos são melhor atendidos por esse produto. Para motos, por exemplo, a maior demanda é por rastreadores na medida em que o seguro no geral é mais caro. Porém, não se pode deixar de levar em consideração que outros públicos são melhor atendidos pelo seguro, principalmente se procuram proteção contra colisões, para terceiros e passageiros.

        É uma questão de ponto de vista e necessidade, e não de “cláusulas duvidosas”.

        Quanto a este ponto, de cláusulas “duvidosas”, importantíssimo ressaltar que trabalhamos somente com seguradoras reguladas pela SUSEP, não havendo qualquer risco em termos de contratação na medida em que os direitos do consumidor são garantidos por lei. Tal qual na venda de rastreadores, a contratação do seguro se dá mediante um contrato que determina todas as garantias do serviço, ainda com a diferença de que no seguro há a intermediação do corretor em caso de sinistro para auxiliar e defender os interesses do cliente.

        Obrigada por sua participação!

  4. Eduardo diz:

    Gostei do comentario, vou optar pelo seguro o problema é o valor que é muito alto.

    • Jessica diz:

      Eduardo, ficamos felizes que nosso artigo tenha ajudado!
      Se desejar podemos fazer uma cotação para o senhor e garantir um preço bacana.

      Quaisquer dúvidas, continuamos a disposição!

      • Piter Macedo diz:

        Boa tarde Jessica!

        Primeiro quero parabenizar seu blog que podemos dizer ser uma ferramenta de utilidade pública.

        Eu entendi exatamente o que o Paulo quer dizer, ele se refere a empresas de rastreamento tipo CAR SISTEM, cito a car sistem por ser a mais conhecida, mas existem dezenas delas no site RECLAME AQUI sendo denunciadas por propaganda enganosa e outros crimes…

        Como exemplo cito a CAR SISTEM com milhares de clientes no país, a qual é uma empresa estritamente de “rastreamento veicular”, portanto oferece em seu site INDENIZAÇÃO caso não encontrem o veículo, detalhe, a Car Sistem não fornece uma APOLICE e nem tem parceria com seguradora, ela apenas fornece um “documento” com uma PROMESSA de INDENIZAÇÃO.

        Dica: Veja no SITE RECLAME AQUI as centenas de pessoas que foram enganadas por dezenas de empresas de rastreamento que oferecem serviço idêntico a CAR SISTEM….e o pior, a cada dia surge uma nova empresa oferecendo esse tipo de golpe.

        Minha sugestão aos leitores:

        SE PUDER, contrate um SEGURO de uma seguradora séria registrada na SUSEP.

        SE NÃO PUDER, contrate um serviço apenas de RASTREAMENTO de uma empresa séria.

        Para finalizar, antes de contratar qualquer serviço, PESQUISE NO GOOGLE e REDES SOCIAIS, tipo RECLAME AQUI.

        Att.

      • Anderley diz:

        Boa noite.

        qual a seguradora que vc trabalha? tem filial no mato grosso?

        • Jessica diz:

          Anderley, bom dia!

          Somos uma corretora de seguros de Campinas (SP), mas atendemos todo o Brasil :)
          Vamos lhe enviar um email, para o caso de o senhor estar precisando de uma cotação, pode ser? ;)

          Apoie nosso projeto e se inscreva em nosso canal!
          Assista nosso vídeo aqui: https://youtu.be/dZg1UdTeNm0

          Atenciosamente,

Escreva sua dúvida! Pedimos apenas uma gentileza: procure ser breve, pois são muitas dúvidas todos os dias! :)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *