Seguro cobre vidro com logomarca do fabricante?

Cobertura de vidros do seguro é obrigada a colocar vidro com logomarca do fabricante?

É bastante comum ocorrer trincas ou quebra do vidro devido a pedrinhas na estrada, chuva de granizo ou, nos piores dos casos, tentativas de roubo ou furto. Isso faz com que a cobertura de vidros seja uma das mais acionadas durante a vigência.

Nessas horas algumas dúvidas são extremamente comuns: A cobertura de vidros cobre a troca por vidro com logomarca da concessionária/montadora? A seguradora é obrigada e colocar este tipo de vidro ou pode optar por vidros sem logomarca? O que fazer quando não há acordo entre seguradora e segurado sobre isso? No post de hoje responderemos essas questões.

Aproveite para pedir sua cotação de seguro com a gente!

Cotação Seguro Carro - 2

Psiu! Se você precisa trocar um vidro por meio do seguro, não deixe de assistir este vídeo: “Passo a passo: usando a cobertura de vidros do seguro”, Se estiver com dificuldade de identificar o nome do vidro avariado, veja este outro post: “Qual o nome de cada vidro no seguro?”

Sempre dependerá do que consta no contrato

O funcionamento e regras da cobertura de vidros sempre dependerão de como constam as cláusulas contratuais. Você pode verificar essas cláusulas nas Condições Gerais do seu seguro, as quais devem obrigatoriamente ser disponibilizadas pelas seguradoras em seus sites ou enviá-las por e-mail/correio ao cliente se o mesmo solicitar.

As cláusulas de vidros, faróis, retrovisores e lanternas podem variar entre as seguradoras, por isso o primeiro passo é procurar ler as cláusulas de sua seguradora especificamente. Nelas constará tipo de peça utilizada, franquia e limite de utilização. Abaixo falaremos como funciona na maiores das companhias mas, devido a especificidade das cláusulas de cada contrato, pode haver situações diferentes.

Rede-referenciada, Livre-Escolha e cobertura adicional para logomarca

Atualmente existem basicamente 03 formas de contratação da cobertura de vidros no seguro de automóvel:

  • Rede-referenciada: Garante o reparo ou troca de vidros em rede-referenciada da seguradora, ou seja, prestadores de serviços cadastrados e parceiros da companhia. Nesta forma o serviço deve ser primeiramente agendado e aprovado por meio da seguradora para somente depois a troca ou reparo serem realizados. Não costuma haver a opção de reembolso, por isso é recomendado não fazer o reparo ou troca por conta própria antes de verificar se a seguradora dá opção de reembolso.
  • Livre-escolha: Garante o reparo ou troca de vidros em rede-referenciada ou não referenciada. Apesar da possibilidade de livre-escolha, as seguradoras costumam manter a exigência de que seja aberta assistência na seguradora para ela analisar e aprovar o serviço junto ao prestador escolhido pelo segurado. Também não costuma haver opção de reembolso nesta opção, mas há seguradoras que oferecem cobertura adicional que, além da livre-escolha, dá a possibilidade do reembolso.
Cotação Seguro Carro - 2

Tanto na rede-referenciada quando na livre-escolha as seguradoras tem por padrão não cobrir peças com logomarca do fabricante do carro. Isso não significa que sejam itens de “segunda linha” – no geral são são vidros fabricados pelos menos fornecedores das montadoras, com a única diferença de não terem o “selinho” com o logomarca do fabricante do carro.

Para ter o vidro com o selinho da logomarca é necessária a contratação da cobertura adicional abaixo:

  • Cobertura adicional para logomarca de vidros: Esta cobertura garantirá, mediante cobrança de prêmio (preço) adicional, que em caso de troca de vidros será colocado vidro com logomarca do fabricante. Para quem faz questão da logomarca, esta é a solução recomendada. O grande problema, no entanto, é que são poucas as seguradoras que oferecem opção desta cobertura – exemplos atuais são Tókio Marine, Liberty.

Sem a cobertura adicional para logomarca, a seguradora se aterá ao que consta no contrato. Havendo alguma cláusula com restrição a vidros com logomarca, haverá cobertura somente para vidros sem a logomarca.

Essa diferenciação ocorre pois os vidros com logomarca tendem a ser muito mais caros que os mesmos vidros sem logomarca. Como a função do seguro é a reposição do bem, não existe obrigatoriedade de a seguradora cobrir vidro com logomarca tendo em vista que o vidro é o mesmo e cumpre a mesma função, independente do selo da logomarca.

Quero vidro com logomarca.
O que fazer?

Para o consumidor que faz questão de o vidro ter a logomarca, a recomendação é optar pelas seguradoras que tem cobertura opcional que atenda esta necessidade ou então por seguradoras que ofereçam cobertura de vidros com opção de reembolso. essas coberturas tendem a encarecer um pouco o seguro, mas são única maneira de garantir que em caso de quebra dos vidros, o item será reposto por outro com selo da logomarca.

Sem essas coberturas opcionais a seguradora se aterá ao que está estipulado em contrato. Pode haver margem para negociação das formas abaixo, porém caberá análise de cada seguradora de modo que ela pode acatar ou recusar a proposta:

  • Propor o uso de vidro com logomarca e pagar a diferença de preço entre o vidro com e sem logomarca. Este é o caminho mais flexível, uma vez que se atém ao que consta em contrato e o segurado assume a diferença. Ainda assim, cabe análise da seguradora, não sendo recomendável proceder desta forma sem antes negociar e ter o aval da companhia.
  • Propor o uso de vidro com logomarca e solicitar o reembolso até o limite de cobertura previsto em contrato. Se a seguradora tem opção de cobertura adicional para reembolso e a mesma não foi contratada, dificilmente a seguradora aceitará reembolsar já que o segurado poderia ter contratado a opção de reembolso. Quando as condições gerais são claras quanto a exclusão da opção de reembolso, também é difícil a seguradora acatar este tipo de proposta.

Sempre que possível, opte pelo reparo ao invés da troca

Para o caso de trincas, há muitas situações em que o reparo é possível, sem necessidade de trocar o vidro. Por isso sempre que possível, opte pelo reparo ao invés da troca.

O prestador é o mais indicado para lhe certificar se o reparo é possível ou não, mas como referência vale a dica de que trincas do tamanho de uma moeda de um real costumam ser facilmente reparadas. Para trincas maiores é recomendável a troca pois existe o risco de a trinca correr para o restante do vidro.

Cotação Seguro Carro

Cotação Seguro Carro

Sobre Jessica

Formada em Ciências Econômicas (UNICAMP), com MBA Executivo em Trends Innovation (Inova Business School). Atualmente faz especialização universitária em Law & Economics (UNICAMP), sendo também associada à Associação Brasileira de Direito e Economia (ABDE). É fundadora da Muquirana Seguros Online, projeto inovador focado no atendimento humanizado por meio da internet. Atua como diretora comercial na DM4 Corretora de Seguros e pesquisadora independente na temática de insurance market.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Estamos de volta! Envie sua pergunta e responderemos toda sexta-feira. E por favor retribua nossa ajuda compartilhando nossos canais com amigos e familiares! :D

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *