Seguro de moto é caro? Como saber se vale a pena contratar?

Saiba se o seguro de moto é caro e como avaliar se vale a pena contratá-lo!

seguro de moto é ou não caroA dúvida mais frequente de quem tem moto sobre a segurança de seu bem, é se o seguro de moto é muito caro e se vale ou não a pena contratá-lo. A procura do seguro de carros é muitíssimo maior do que por seguro de motos, o que mostra o nível sistêmico desse dilema entre os motociclistas.

Leia também: “Seguro de moto contra roubo e furto: como funciona?”

Neste artigo falaremos sobre esse assunto, mostrando inclusive como saber se vale ou não a pena contratar o seguro de moto. Como avaliar o preço? Quais critérios utilizar? Neste artigo você descobrirá!

Se tiver dúvidas, não deixe de escrever nos comentários para que possamos ajudá-lo com seu caso. A Muquirana Seguros está sempre a disposição para você!

Seguro de moto é caro?

Vamos começar pela pergunta fundamental: “seguro de moto é caro”? A resposta é: depende. Vamos explicar melhor…

Ser “caro” é um conceito relativo, ou seja, depende de que você compare o preço a alguma outra coisa. Que coisa é essa? No caso de seguro de moto, é preciso comparar o preço do seguro a, principalmente, duas coisas: o valor da moto e o risco. Vejamos um a um:

Comparando o preço do seguro de moto ao valor da moto

O primeiro passo para saber se o seguro está ou não muito caro é comparar seu preço ao valor da moto. Veja dois exemplos:

  • Exemplo 1: Suponha que você tem uma moto de R$ 30.000 e o seguro fica em R$ 3.000. Se você dividir o preço do seguro pelo valor da moto ( 3.000 / 30.000 ) verá que o preço do seguro de moto equivale a 10% do valor da moto.
  • Exemplo 2: Suponha que você tem uma moto de R$ 4.000 e o seguro fica em R$ 2.000. Se você dividir o preço do seguro pelo valor da moto ( 2.000 / 4.000 ) verá que o preço do seguro de moto representa 50% do valor da moto.
Cotação Seguro Carro - 2

No primeiro caso o preço do seguro em comparação ao valor da moto está dentro de um limite razoavelmente aceitável. Mas no segundo, o preço do seguro é metade do valor da moto, ou seja, pagando dois anos de seguro você poderia comprar uma nova moto. No segundo caso, podemos com certeza dizer que o seguro de moto está muito caro.

Não é regra, mas no geral podemos dizer que o seguro de moto acaba valendo a pena para motos mais caras, de maior porte. Para as motos mais em conta geralmente o seguro fica relativamente caro.

Comparando o preço do seguro ao risco

Mesmo nos casos em que o seguro fica relativamente caro, há quem contrate o seguro. Por quê? Será que essa pessoa não sabe o que está fazendo? Não é bem assim… Algumas pessoas são mais “conservadoras” no que diz respeito ao risco, ou seja, acreditam que mesmo pagando caro no seguro vale a pena para se proteger dos riscos que consideram muito grandes.

Essa pessoa não compara somente preço do seguro e valor da moto, mas observa o custo-benefício do seguro. Ela acredita que o risco da moto é muito alto, tornando o benefício do seguro muito atrativo.

Geralmente essa pessoa está considerando todos os benefícios e coberturas do seguro: indenização por colisão, roubo, furto, por danos corporais ou materiais a terceiros etc. Ou seja, considera que a ampla proteção oferecida pelo seguro compensa o preço relativamente alto.

Cabe a você julgar se você dá maior ou menor peso ao risco.

Se o seguro de moto ficar muito caro… o que fazer?

Se o seu caso é aquele  em que o seguro ficou relativamente alto e você não acha que vale a pena, mesmo considerando o risco, então com certeza fica a dúvida… O que fazer?

Existem algumas saídas que você pode avaliar. Veja só:

  • Contratar seguro de moto com cobertura somente de roubo e incêndio: Nessa opção você não teria Assistência 24h, cobertura de colisão, cobertura de danos a terceiros entre outros benefícios do seguro. Mas poderá se proteger da situação mais comum para motos, que é o roubo. Como trate-se de um seguro mais básico, sai mais em conta. A única dificuldade com essa opção, é que por ser moto, somente algumas seguradoras aceitam fazer esse tipo de seguro.
  • Contratar somente cobertura para danos a terceiros: Uma outra opção é contratar seguro somente para danos materiais ou corporais a terceiros. Neste caso você estará protegido de quaisquer danos que venha a causar a outra pessoa no trânsito.
  • Combinar as duas opções acima: há quem faça uma combinação entre as duas opções acima. Ou seja, você contrata a cobertura de roubo e incêndio, mais a cobertura de danos a terceiros.

Cotação Seguro Carro

Sobre Jessica

Formada em Ciências Econômicas (UNICAMP), com MBA Executivo em Trends Innovation (Inova Business School), atualmente faz extensão universitária em Direito e Economia (UNICAMP). É desenvolvedora da Muquirana Seguros Online, projeto inovador focado no atendimento humanizado por meio da internet. Atua como Gestora na DM4 Corretora de Seguros, associada do Grupo Exalt, maior grupo de corretores de Campinas e Região.
Adicionar aos favoritos o permalink.

4 Responses to Seguro de moto é caro? Como saber se vale a pena contratar?

  1. ALEXANDRE diz:

    Boa noite,
    Gostaria de saber se existe algum tipo de seguro somente para colisão. Obrigado

  2. ellyvaldo ollyveira diz:

    Em caso de uma pessoa nao poder pagar por um seguro, de uma moto por exemplo, seria bom ela optar por um rastreador.?

    • Jessica diz:

      Ellyvaldo, boa tarde!

      Se a pessoa não tem condições de pagar um seguro eu acho que a contratação do rastreador é uma forma de se proteger sim.
      Também existem seguros simplificados, com cobertura somente para roubo, que tem o preço mais acessível e são ainda mais atrativos que colocar somente o rastreador. Recomendamos que faça uma cotação conosco, sem compromisso, do seguro somente para roubo/furto: clique aqui para pedir sua cotação!

      Inscreva-se em nosso canal no Youtube com vídeos de dicas e dúvidas sobre seguros: assista aqui! :)

      Atenciosamente,

Escreva sua dúvida! Pedimos apenas uma gentileza: procure ser breve, pois são muitas dúvidas todos os dias! :)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *