Seguro para apartamento com escritório: como funciona?

Entenda como funciona cobertura para escritórios dentro de apartamentos no seguro residencial!

Se você é profissional liberal ou estudante-pesquisador e trabalha em escritório dentro de sua residência, este post é para você. Nele explicaremos como funciona o seguro de apartamento com cobertura para escritório. Há detalhes simples, porém importantes, para garantir que os bens do seu escritório estejam devidamente cobertos e evitar desentendimentos com a seguradora.

Somos especialistas em seguro residencial. Faça sua cotação conosco!

Cotação Seguro Casa - 2

Regras variam conforme seguradora

O primeiro ponto que o consumidor-segurado deve ter em mente é que as regras de qualquer seguro podem variar entre as seguradoras. Isso vale para seguro residencial com escritório também.

Por isso é importante solicitar ao corretor responsável por sua apólice para checar quais as regras de sua seguradora especificamente e, se houver algum ponto que não seja interessante para você, buscar outras seguradoras.

Abaixo listamos as principais regras e mencionamos como elas podem variar nos produtos mais comumente oferecidos no mercado.

Principais regras

Contratar cobertura opcional “Escritório na residência”: O primeiro e mais importante ponto é que para ter cobertura de bens usados dentro do escritório dentro do apartamento, é necessário contratar a cobertura “Escritório na residência”. Sem esta cobertura, se ocorrer sinistro com danos e for constatado que havia escritório na residência, poderá haver negativa pela seguradora.

Com a contratação desta cobertura opcional, as cobertura 1) básica (incêndio, raio, explosão), 2) danos elétricos, 3) subtração de bens (roubo qualificado e furto com indícios) serão estendidas para os bens do escritório.

Veja que trata-se de uma cobertura opcional! Ela não vem “automaticamente” dentro do seguro residencial, sendo necessário o consumidor-segurado optar por sua contratação, pagando prêmio (preço) adicional. Porém, não é uma cobertura cara.

Profissionais liberais (com ou sem CNPJ): O que a seguradora entende por “escritório dentro da residência” depende de seus critérios de enquadramento, que podem ser encontrados no contrato e/ou questionados ao corretor responsável para ele checar para você. É prática de mercado o critério de espaço (sala ou quarto) utilizado por profissional liberal recorrentemente para suas atividades profissionais. É comum também que esse critério seja independente de o profissional liberal ter ou não CNPJ, ou seja, garante também profissionais que atuem informalmente.

Estudantes (com ou sem bolsa remunerada): Há estudantes que recebem bolsas remuneradas, por exemplo para pesquisas ou monitorias. Para esses casos, há diferenças entre seguradoras. Há aquelas que excluem esse cenário do “Escritório na residência”, ou seja, não há necessidade de contratação da cobertura opcional, pois os bens estarão cobertos dentro das demais coberturas do seguro residencial (ver Imagem 2abaixo). Mas há outras que exigem que situações deste tipo sejam enquadradas como “Escritório na residência”, do contrário não há garantia para os bens usados para este fim dentro do espaço do escritório (ver imagem 1).

Coberturas e bens segurados

Uma vez contratada a cobertura opcional de “Escritório na residência” ela estenderá coberturas abaixo para os bens dentro do escritório utilizados ali para fins comerciais:

É sempre importante checar se a seguradora de seu interesse estende para coberturas diferentes dessas.

Nota fiscal, lista de bens e inspeção de risco: A seguradora poderá exigir comprovação da existência e propriedade do bens sinistrado, a depender do dano. Há seguradoras que exigem apresentação de nota fiscal em nome do segurado e/ou familiares/dependentes que residam dentro do mesmo local de risco. Há outras seguradoras que substituem a exigência de nota fiscal por envio de lista de bens no momento da contratação do seguro, que será protocolada pelo corretor junto à seguradora. Por fim, para seguros com altos limites (geralmente acima de 1 milhão de reais) a seguradora poderá solicitar a realização de inspeção de risco (“vistoria”).

Onde constam essas informações?

Apenas a título de ilustração, abaixo separamos Condições Gerais do seguro residencial da Tokio Marine (Imagem 1) e Porto Seguro (Imagem 2). Destacamos o trecho com detalhes sobre a cobertura de “Escritórios na Residência”.

Imagem 1 – Condições Gerais Seguro Residencial Tokio Marine, versão OUT2018

Faça cotação do seu seguro residencial com nossos especialistas!

Cotação Seguro Casa

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Jessica

Economista (Unicamp), especialista em Direito e Economia (Unicamp), com MBA Executivo em Tendências de Inovação (Inova Business School), atualmente cursa Programa Avançado em Data Science e Decisão (Insper). É desenvolvedora da Muquirana Seguros Online, Maior Tira-Dúvidas Gratuito sobre Seguros da Internet e da Youcons, plataforma inteligente de consórcios; Diretora comercial na DM4 Corretora de Seguros; Professora na extensão universitária em Direito e Economia da UNICAMP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *