Como proteger smartphones de danos por queda? Existe seguro?

Saiba como proteger seu smartphone de danos por queda e como funciona o seguro para esse tipo de risco

como proteger seu smartphone de danos por queda

*Atenção à data da matéria. As regras desse seguro podem mudar com o tempo.*

Ai, que dor no coração, muquirana! Você finalmente compra aquele sonhado smartphone, sente-se um mago interagindo com a tela com as pontas do dedo… e poft! Derruba o aparelho no chão e percebe que não tem magia que reverta aquela tela trincada. Convenhamos… Nada mais mágico que a prevenção! Leia nossas dicas de como proteger seu smartphone de danos por queda e como funciona o seguro para este risco.

São comuns perguntas como: Existe tela indestrutível? Por que às vezes ele cai bruscamente e não quebra, e às vezes cai de pequenas alturas e trinca inteirinho? Por que, por mais que cuide de meu aparelho, sua tela acaba riscada? Não saber as respostas para tais perguntas pode levar a custos financeiros que, como bons muquiranas, não queremos ter!

  •  Pah! Poft! Créck! … As principais causas de danos a telas de smartphones

As principais causas de danos a smartphones estão ligadas a três situações: queda, esmagamento e riscos na superfície da tela.

Em todos os três casos há um ponto comum: os danos ao aparelho tendem a se concentrar na região da tela. Não é por um acaso: diferente dos celulares antigos (com teclados físicos), os smartphones com dispositivo touchscreen (ou seja, que você interage através do toque na tela) tem a área da tela muito maior.porque smarpthones são mais frágeis que celulares antigos

Como a tela é exatamente a região mais sensível do aparelho, ter uma área maior de tela torna o smartphone muito mais sujeito a danos do que os celulares antigos. Imagine que seu smartphone vá encarar aquele seu Nokia tijolinho indestrutível: o Nokia poderá acertar seu smartphone em áreas muito mais abrangentes, ao passo que sua telinha minúscula o deixa menos exposto.

  • Os físicos explicam… Malditas quinas!

Às vezes acontece de o smartphone cair e não acontecer nada. Outras vezes, a tela trinca todinha. Por que? Será o destino? Olho gordo? Azar? Não: é a pressão.

Se o smartphone cai sobre uma de suas quinas, a pressão é muito maior do que se ele cair de chapa. Obviamente, ele pode vir a quebrar em qualquer das duas situações, mas ao cair de quina (ou sobre uma quina externa) as chances de a tela trincar são bem maiores.

A pressão também explica os casos em que a tela racha devido a esmagamento. Quando uma pessoa pisa ou senta com força sobre o smartphone, a pressão excede aquele suportada pela tela, gerando trincamento ou rachaduras.

Já os riscos e arranhões, diferente do que geralmente se acredita, não são majoritariamente causados por chaves ou moedas carregados no bolso (ainda que também causem arranhões). A principal causa é a sujeira, especialmente areia.

  •  O seguro de smartphone é opção, mas é preciso atenção às coberturas

Quando a tela de um smartphone trinca ele se torna praticamente inutilizável, deixando duas opções: consertá-lo ou jogar fora e comprar outro. Ambas as alternativas são extremamente custosas.

O seguro para smartphones se coloca como alternativa para danos físicos ao bem, porém é preciso atenção. O seguro de smartphones cobre somente quedas decorrentes de sinistro cobertos na apólice. Então, por exemplo, se você tem cobertura contra roubo e seu smartphone cai e quebra durante uma tentativa de roubo, haverá cobertura. Agora, se o smartphone cair acidentalmente por outros motivos sem cobertura na apólice, não haverá cobertura.

Vale ressaltar que pode haver há franquia para danos físicos ao bem. É uma forma de precaução, mas infelizmente não tão ampla assim, por isso mesmo com seguro de smartphone, é fundamental cuidar da sua tela!

Já contra riscos e arranhões, não tem jeito. Nem o seguro cobre, por isso é ideal manusear o aparelho com cuidado, seguindo as dicas abaixo.

  • Enquanto você se decide… Técnicas de guerra

Enquanto você não contrata o seguro de seu smarpthone ou iphone, confira algumas dicas contra queda:

– Utilize capas com laterais arredondadas para seu smartphone: elas não garantirão 100% de proteção a tela, mas ajudarão a combater o fator “pressão” sobre o qual falamos.

– Quando conectar o smartphone a fios para carregar a bateria ou descarregar fotos e vídeos, certifique-se de que está numa superfície segura e de que o fio não está exposto a possíveis tropeções.

– Não faça malabarismos com seu smartphone: faça uma coisa de cada vez. Manusear o aparelho ao mesmo tempo que anda de bicicleta, por exemplo, não é seguro nem para o smartphone nem para você.

– O Gorilla Glass é um vidro (quase) inquebrável para telas de smartphones e tablets. O custo é alto frente a contratação do seguro, que tem ainda outras coberturas como o roubo, mas para quem realmente quer proteger seu aparelho, é uma opção.

Sobre Jessica

Formada em Ciências Econômicas (UNICAMP), com MBA Executivo em Trends Innovation (Inova Business School), atualmente faz extensão universitária em Direito e Economia (UNICAMP). É desenvolvedora da Muquirana Seguros Online, projeto inovador focado no atendimento humanizado por meio da internet. Atua como Gestora na DM4 Corretora de Seguros, associada do Grupo Exalt, maior grupo de corretores de Campinas e Região.
Adicionar aos favoritos o permalink.

Escreva sua dúvida! Pedimos apenas uma gentileza: procure ser breve, pois são muitas dúvidas todos os dias! :)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *