Como proteger smartphones de danos por queda? Existe seguro?

Saiba como proteger seu smartphone de danos por queda e como funciona o seguro para esse tipo de risco

como proteger seu smartphone de danos por queda

*Atenção à data da matéria. As regras desse seguro podem mudar com o tempo.*

Ai, que dor no coração, muquirana! Você finalmente compra aquele sonhado smartphone, sente-se um mago interagindo com a tela com as pontas do dedo… e poft! Derruba o aparelho no chão e percebe que não tem magia que reverta aquela tela trincada. Convenhamos… Nada mais mágico que a prevenção! Leia nossas dicas de como proteger seu smartphone de danos por queda e como funciona o seguro para este risco.

São comuns perguntas como: Existe tela indestrutível? Por que às vezes ele cai bruscamente e não quebra, e às vezes cai de pequenas alturas e trinca inteirinho? Por que, por mais que cuide de meu aparelho, sua tela acaba riscada? Não saber as respostas para tais perguntas pode levar a custos financeiros que, como bons muquiranas, não queremos ter!

  •  Pah! Poft! Créck! … As principais causas de danos a telas de smartphones

As principais causas de danos a smartphones estão ligadas a três situações: queda, esmagamento e riscos na superfície da tela.

Em todos os três casos há um ponto comum: os danos ao aparelho tendem a se concentrar na região da tela. Não é por um acaso: diferente dos celulares antigos (com teclados físicos), os smartphones com dispositivo touchscreen (ou seja, que você interage através do toque na tela) tem a área da tela muito maior.porque smarpthones são mais frágeis que celulares antigos

Como a tela é exatamente a região mais sensível do aparelho, ter uma área maior de tela torna o smartphone muito mais sujeito a danos do que os celulares antigos. Imagine que seu smartphone vá encarar aquele seu Nokia tijolinho indestrutível: o Nokia poderá acertar seu smartphone em áreas muito mais abrangentes, ao passo que sua telinha minúscula o deixa menos exposto.

  • Os físicos explicam… Malditas quinas!

Às vezes acontece de o smartphone cair e não acontecer nada. Outras vezes, a tela trinca todinha. Por que? Será o destino? Olho gordo? Azar? Não: é a pressão.

Se o smartphone cai sobre uma de suas quinas, a pressão é muito maior do que se ele cair de chapa. Obviamente, ele pode vir a quebrar em qualquer das duas situações, mas ao cair de quina (ou sobre uma quina externa) as chances de a tela trincar são bem maiores.

A pressão também explica os casos em que a tela racha devido a esmagamento. Quando uma pessoa pisa ou senta com força sobre o smartphone, a pressão excede aquele suportada pela tela, gerando trincamento ou rachaduras.

Já os riscos e arranhões, diferente do que geralmente se acredita, não são majoritariamente causados por chaves ou moedas carregados no bolso (ainda que também causem arranhões). A principal causa é a sujeira, especialmente areia.

  •  O seguro de smartphone é opção, mas é preciso atenção às coberturas

Quando a tela de um smartphone trinca ele se torna praticamente inutilizável, deixando duas opções: consertá-lo ou jogar fora e comprar outro. Ambas as alternativas são extremamente custosas.

O seguro para smartphones se coloca como alternativa para danos físicos ao bem, porém é preciso atenção. O seguro de smartphones cobre somente quedas decorrentes de sinistro cobertos na apólice. Então, por exemplo, se você tem cobertura contra roubo e seu smartphone cai e quebra durante uma tentativa de roubo, haverá cobertura. Agora, se o smartphone cair acidentalmente por outros motivos sem cobertura na apólice, não haverá cobertura.

Vale ressaltar que pode haver há franquia para danos físicos ao bem. É uma forma de precaução, mas infelizmente não tão ampla assim, por isso mesmo com seguro de smartphone, é fundamental cuidar da sua tela!

Já contra riscos e arranhões, não tem jeito. Nem o seguro cobre, por isso é ideal manusear o aparelho com cuidado, seguindo as dicas abaixo.

  • Enquanto você se decide… Técnicas de guerra

Enquanto você não contrata o seguro de seu smarpthone ou iphone, confira algumas dicas contra queda:

– Utilize capas com laterais arredondadas para seu smartphone: elas não garantirão 100% de proteção a tela, mas ajudarão a combater o fator “pressão” sobre o qual falamos.

– Quando conectar o smartphone a fios para carregar a bateria ou descarregar fotos e vídeos, certifique-se de que está numa superfície segura e de que o fio não está exposto a possíveis tropeções.

– Não faça malabarismos com seu smartphone: faça uma coisa de cada vez. Manusear o aparelho ao mesmo tempo que anda de bicicleta, por exemplo, não é seguro nem para o smartphone nem para você.

– O Gorilla Glass é um vidro (quase) inquebrável para telas de smartphones e tablets. O custo é alto frente a contratação do seguro, que tem ainda outras coberturas como o roubo, mas para quem realmente quer proteger seu aparelho, é uma opção.

Sobre Jessica

Formada em Ciências Econômicas (UNICAMP), com MBA Executivo em Trends Innovation (Inova Business School). Atualmente faz especialização universitária em Law & Economics (UNICAMP), sendo também associada à Associação Brasileira de Direito e Economia (ABDE). É fundadora da Muquirana Seguros Online, projeto inovador focado no atendimento humanizado por meio da internet. Atua como diretora comercial na DM4 Corretora de Seguros e pesquisadora independente na temática de insurance market.
Adicionar aos favoritos o permalink.

Estamos com sobrecarga de dúvidas, sem conseguir responder todos. Pedimos desculpas, estamos resolvendo isso no próximo mês! Até lá, use o campo Pesquisar ao lado direito para encontrar o assunto que precisar ;)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *