Não tire carro da concessionária antes de contratar o seguro

Saiba por que você não deve tirar seu carro novo da concessionária antes de a proposta do seu seguro ter sido transmitida. Quais os riscos e prejuízos?

Não tire carro da concessionária antes contratar o seguroO consumo de carros novos no Brasil cresceu expressivamente no fim de 2012, especialmente devido à redução do IPI. Muitas pessoas realizaram o sonho de adquirir o primeiro automóvel, outras, o sonho de trocá-lo. Em todos esses casos é importantíssimo lembrar de não tirar o carro novo da concessionária antes de a proposta do seu seguro ter sido transmitida à seguradora. Conheça os riscos e prejuízos e a que se está sujeito quando isso não é feito.

O simples ato de retirar o veículo da concessionária já muda muita coisa. É importante que a pessoa saiba porque é tão importante fazer a proposta de seguro antes de retirar o automóvel.

Por que não devo tirar o carro da
concessionária antes de fechar o seguro?

Algumas comodidades a menos…

Quando o carro está na concessionária e o cliente faz o seguro antes de retirá-lo, a seguradora entende que não há possibilidade de o veículo ter sofrido danos ou avarias. Por isso o seguro de automóvel pode ser feito sem a necessidade de vistoria.

Além disso, com o carro novo há ainda a possibilidade de contratar uma cláusula especial para cobertura de valor do carro zero: ela permite que no período escolhido pelo cliente (3, 6 ou 12 meses após a contratação do seguro) o valor coberto seja aquele pago no carro zero. É uma cláusula que, geralmente, aumenta um pouco o preço do seguro, mas garante que o segurado receberá o valor que pagou no carro zero. Em situações normais, sem essa cobertura. o segurado recebe o valor previsto pela Tabela Fipe que, no geral, é depreciado em relação ao valor do carro zero.

Cotação Seguro Carro - 2

Leia também: “Tabela FIPE: o que é, para que serve e como funciona no seguro de automóvel”

Quando a pessoa retira o carro novo na concessionária sem a proposta do seguro ter sido transmitida a seguradora isso tudo muda: a vistoria passa a ser obrigatória e essa cláusula especial de cobertura do carro zero não vale mais.

Alguns riscos a mais…

Não bastasse isso, há ainda o (enorme) risco de colisão ou roubo do veículo que, sem o seguro, não estará coberto. Certa vez em nossa corretora um cliente retirou o carro da concessionária e foi comemorar com a esposa num restaurante. Almoçaram e, ao sair, adivinha? O carro não estava mais lá. O veículo não foi encontrado… A grande sorte foi que havíamos transmitido sua proposta antes de o carro ser retirado e, portanto, estava coberto pelo seguro.

Infelizmente a Lei de Murphy se mostra eficiente sempre que damos (e não damos) brecha rs! O ponto é que quando não damos brecha, não temos prejuízo.

“Então vou fazer seguro na própria concessionária!”
Seguro só com corretor de seguros

Na pressa e afobação de comprar o carro novo, muitas pessoas acabam fechando o seguro na própria concessionária. Mas decisões como essa podem nem sempre ser o melhor caminho.

Leia também: “Vantagens e desvantagens da venda online de seguros”

Primeiro porque ao não pesquisar preços e coberturas, o cliente está sujeito a contratar um serviço de custo-benefício inferior. Segundo porque o papel do corretor de seguros é insubstituível: na hora da contratação pode não parecer, mas quando o seguro se faz necessário (por motivos simples como quebra de vidros, ou complicados como colisão ou roubo) a consultoria do corretor de seguros faz toda a diferença. Aqui na Muquirana Seguros temos uma célula especializada somente na área de sinistros, para garantir os direitos do segurado e um atendimento mais ágil e transparente.

Eu não sabia e já retirei meu automóvel sem seguro…
E agora?!

Se você retirou seu carro da concessionária sem seguro e nada aconteceu, seu anjo da guarda é fera rs! Mas, infelizmente, não dá para contar sempre com ele… Vai que ele fica preso no trânsito ou é pego por um raio por aí!

Evite sair com o automóvel até estar com o seguro em dia. Acredite, Murphy está de olho! rssss!

Cotação Seguro Carro

Sobre Jessica

Formada em Ciências Econômicas (UNICAMP), com MBA Executivo em Trends Innovation (Inova Business School). Atualmente faz especialização universitária em Law & Economics (UNICAMP), sendo também associada à Associação Brasileira de Direito e Economia (ABDE). É fundadora da Muquirana Seguros Online, projeto inovador focado no atendimento humanizado por meio da internet. Atua como diretora comercial na DM4 Corretora de Seguros e pesquisadora independente na temática de insurance market.

Tags , , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

6 respostas para Não tire carro da concessionária antes de contratar o seguro

  1. Rodrigo diz:

    Boa noite,

    Estou comprando um carro usado que possui seguro, minha dúvida é se vou conseguir segurar o carro mesmo se o antigo dono não comunicar a seguradora que vendeu o carro?

    • Jessica diz:

      Rodrigo, bom dia!

      O antigo proprietário deverá cancelar o antigo seguro ou então fazer um endosso de substituição do veículo. Assim você poderá fazer um novo seguro em seu nome, sem problemas de o veículo estar assegurado em duplicidade.

      Apoie nosso projeto!
      Inscreva-se em nosso canal no Youtube!
      Assista aqui: https://youtu.be/KB2_YQPImuE

      Atenciosamente,

  2. Fernanda diz:

    Boa noite, Jessica! Comprei um carro usado e, ao tentar transferir o seguro do meu antigo veículo para este, fui impossibilitada, uma vez que o antigo proprietário ainda está nele segurado, e em processo de endosso para o seu novo veículo. Com isso, fui informada de que até que esta transferência seja concluída, terei de aguardar para transferir o meu seguro, sendo que estou pagando normalmente o prêmio, e sendo também que a concessionária nada me avisou. O que devo fazer nesse caso? Obrigada!

    • Jessica diz:

      Fernanda, boa tarde!

      Infelizmente este tipo de desencontro acontece com mais frequência do que deveria. Assim que a pessoa vende o carro o correto é ela cancelar o seguro ou substituir o antigo carro pelo novo para manter a apólice. Mas algumas pessoas vendem o carro antigo antes de comprar o novo e, para não perder alguns benefícios do seguro como o bônus, mantem o seguro com o carro antigo até comprar outro. Isso pode estar ocorrendo no seu caso ou então pode ser um engano mesmo.

      O ideal é tentar localizar o antigo proprietário (você pode solicitar ajuda da revenda) e informá-lo sobre a urgência e substituir o carro na apólice atual. Do contrário a seguradora realmente poderá continuar barrando a sua substituição, pois se não constará cobertura em duplicidade para o mesmo carro.

      Inscreva-se em nosso canal no Youtube com dicas sobre seguros: clique aqui!

      Atenciosamente,

  3. Durval diz:

    Boa noite,
    Estou para retirar um carro zero da concessionária, ainda tenho em meu nome a vigência de uma apólice do carro antigo que vendi.
    Dúvida: é vantagem eu migrar está apólice para meu carro novo?
    Meu corretor não respondeu isso, inclusive gostaria de cotar seus serviços
    Tel. 19 – 98329 4489
    11 – 99950 2354
    Grato

    Durval

    • Jessica diz:

      Durval, bom dia!

      Já solicitei a uma de nossas consultoras para lhe contatar.

      Sobre sua dúvida: É possível fazer um endosso de substituição de veículo na apólice vigente, porém este endosso só pode ser feito pelo corretor responsável pela apólice atual.
      Caso o senhor opte por fazer um novo seguro, aí sim poderemos fazer as cotações, aproveitando bônus da apólice atual, mas sem acréscimo pois o senhor estaria antecipando a renovação. O novo bônus é concedido somente se a renovação for antecipada com máximo de 30 dias em relação ao vencimento.

      Ficamos a disposição!

Estamos de volta! Envie sua pergunta e responderemos toda sexta-feira. E por favor retribua nossa ajuda compartilhando nossos canais com amigos e familiares! :D

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *