O que é perda total no seguro? Com exemplos!

O QUE É PERDA TOTAL NO SEGURO - COM EXEMPLOSDescubra o que é perda total no seguro e confira exemplos!

Temos recebido dúvidas muito frequentes sobre perda total no seguro. O pessoal nos procura para ter uma opinião se o caso do seguro deles dará ou não PT, nos enviam fotos ou descrições minuciosas do estado do carro e das partes afetadas na colisão. Para todos esses casos neste post explicaremos o que é perda total no seguro de carro e daremos diversos exemplos.

Se você está com dúvidas sobre o caso do seu carro, você está no lugar certo ;)

Vamos lá? Se tiver dúvidas escreva nos comentários!

Critério de Perda total no Seguro

Para evitar arbitragens que podem prejudicar o consumidor, é obrigatório constar nas Condições Gerais do contrato de seguro qual o critério de perda total usado pelo seguro contratado.

Segundo esse critério para ser considerado perda total pelo seguro os custos de conserto do veículo devem atingir 75% do valor do veículo na Tabela FIPE.

Não dá para saber se houve perda total sem orçamento do conserto

Como o critério de perda total depende do orçamento do conserto feita pela oficina, não é possível saber se ocorreu perda total ou não sem esse orçamento.

Existem alguns boatos de quem se determinada parte do carro for afetada, como a coluna, chassi ou airbag, será perda total. Mas não é bem assim. No post abaixo você confere a resposta para o caso do airbag, mas a mesma informação vale para os demais tipos de dano:

“Se airbag abre dá perda total?”

Exemplos para saber se deu ou não perda total

Vamos ver alguns exemplos para saber se houve ou não perda total. Assim você fica afiado e consegue saber como proceder no seu caso!

Exemplo 1: “Afetou a coluna do carro. Então com certeza dará perda total, certo?”

É preciso mais informações. Ainda que a troca da coluna do carro costume sair bastante cara, nada garante que representará 75% do valor do carro na Tabela FIPE.

Para ter certeza, é necessário ter orçamento do conserto total. Sem orçamento não há como saber.

Cotação Seguro Carro - 2
  • Se esse orçamento atingir os 75%, será PT.
  • Se não atingir os 75% não será considerado perda total e o carro será consertado. Neste caso, a oficina deverá dar garantia da qualidade do serviço, que é seu direito. Se oficina for credenciada da seguradora, essa garantia também deverá ser dada pela seguradora.

Exemplo 2: “O orçamento do conserto deu R$25.000. Então será perda total, certo?”

Novamente, é preciso mais informações. Apesar de R$25.000 ser uma valor bem alto, não sabemos se esse valor representa 75% do valor do carro na Tabela FIPE. Por isso, é preciso ter em mãos o valor do carro na FIPE.

Exemplo 3: “O orçamento do conserto deu R$30.000 e o carro vale R$40.000 na Tabela FIPE”

Agora sim temos todas as informações para saber se houve ou não perda total! Com o orçamento e o valor do carro na Tabela FIPE podemos determinar se houve PT ou perda parcial.

  • Faça a divisão: 30.000 dividido por 40.000
  • Resultado: 75%.
  • Ou seja: os custos do conserto atingiram 75% e, portanto, é Perda Total.

Exemplo 4:O orçamento do conserto deu R$20.000 e o carro vale R$40.000 na Tabela FIPE”

Novamente, temos todas as informações para saber se houve ou não perda total, ou seja, orçamento da oficina e valor da Tabela FIPE.

  • Faça a divisão 20.000 dividido por 40.000
  • Resultado: 50%
  • Ou seja, não atingiiu 75% e, portanto, não é perda total.
  • O carro será consertado, com cobrança de franquia.

Para saber o que é e como funciona a cobrança de franquia no seguro, clique aqui!

Onde conseguir essas informações de “orçamento” ou “Tabela FIPE”?

Agora que você já sabe que para saber se houve ou não perda total é preciso ter o 1) orçamento da oficina e o 2) valor do carro na tabela FIPE, é fundamental saber onde conseguir essas duas informações.

Cotação Seguro Carro
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Jessica

Formada em Ciências Econômicas (UNICAMP) e MBA Executivo em Trends Innovation (Inova Business School). Atualmente faz especialização universitária em Law & Economics (UNICAMP), integrando também a Associação Brasileira de Direito e Economia (ABDE). É cofundadora da Muquirana Seguros Online, projeto inovador focado no atendimento humanizado e difusão gratuita de informações por meio da internet. Atua como diretora comercial na DM4 Corretora de Seguros e pesquisadora independente na área de seguros privados.

3 respostas para O que é perda total no seguro? Com exemplos!

  1. Pingback:Seguro não pode consertar carro com danos acima de 75% | Muquirana Corretora de Seguros

  2. Cristina miranda diz:

    Meu carro deu PT o meu carro esta financiado o seguro do homem que bateu no meu pode me dar um carro no valor da tabela fip?

    • Jessica diz:

      Cristina, bom dia!

      A indenização do seguro é feita através de dinheiro, mediante depósito na conta corrente ou cheque em nome do beneficiário. Não há a opção de entrega de um novo carro.

      O valor dessa indenização monetário geralmente é estipulado pela Tabela FIPE. Nos casos de terceiros, como não há cláusula no contrato que determine a utilização obrigatória da Tabela FIPE como referência (diferente dos casos de indenização do próprio veículo segurado) a seguradora pode utilizar outras tabelas ou então fazer uma pesquisa de mercado para determinar este valor. Caso você discorde, pode contra-argumentar apresentando três orçamentos de carros equivalentes aos seus.

      Ficamos a disposição!

Estamos de volta! Envie sua pergunta e responderemos toda sexta-feira. E por favor retribua nossa ajuda compartilhando nossos canais com amigos e familiares! :D

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *