O que é perda total no seguro? Com exemplos!

O QUE É PERDA TOTAL NO SEGURO - COM EXEMPLOSDescubra o que é perda total no seguro e confira exemplos!

Temos recebido dúvidas muito frequentes sobre perda total no seguro. O pessoal nos procura para ter uma opinião se o caso do seguro deles dará ou não PT, nos enviam fotos ou descrições minuciosas do estado do carro e das partes afetadas na colisão. Para todos esses casos neste post explicaremos o que é perda total no seguro de carro e daremos diversos exemplos.

Se você está com dúvidas sobre o caso do seu carro, você está no lugar certo ;)

Vamos lá? Se tiver dúvidas escreva nos comentários!

Critério de Perda total no Seguro

Para evitar arbitragens que podem prejudicar o consumidor, é obrigatório constar nas Condições Gerais do contrato de seguro qual o critério de perda total usado pelo seguro contratado.

Segundo esse critério para ser considerado perda total pelo seguro os custos de conserto do veículo devem atingir 75% do valor do veículo na Tabela FIPE.

Não dá para saber se houve perda total sem orçamento do conserto

Como o critério de perda total depende do orçamento do conserto feita pela oficina, não é possível saber se ocorreu perda total ou não sem esse orçamento.

Existem alguns boatos de quem se determinada parte do carro for afetada, como a coluna, chassi ou airbag, será perda total. Mas não é bem assim. No post abaixo você confere a resposta para o caso do airbag, mas a mesma informação vale para os demais tipos de dano:

“Se airbag abre dá perda total?”

Exemplos para saber se deu ou não perda total

Vamos ver alguns exemplos para saber se houve ou não perda total. Assim você fica afiado e consegue saber como proceder no seu caso!

Exemplo 1: “Afetou a coluna do carro. Então com certeza dará perda total, certo?”

É preciso mais informações. Ainda que a troca da coluna do carro costume sair bastante cara, nada garante que representará 75% do valor do carro na Tabela FIPE.

Para ter certeza, é necessário ter orçamento do conserto total. Sem orçamento não há como saber.

Cotação Seguro Carro - 2
  • Se esse orçamento atingir os 75%, será PT.
  • Se não atingir os 75% não será considerado perda total e o carro será consertado. Neste caso, a oficina deverá dar garantia da qualidade do serviço, que é seu direito. Se oficina for credenciada da seguradora, essa garantia também deverá ser dada pela seguradora.

Exemplo 2: “O orçamento do conserto deu R$25.000. Então será perda total, certo?”

Novamente, é preciso mais informações. Apesar de R$25.000 ser uma valor bem alto, não sabemos se esse valor representa 75% do valor do carro na Tabela FIPE. Por isso, é preciso ter em mãos o valor do carro na FIPE.

Exemplo 3: “O orçamento do conserto deu R$30.000 e o carro vale R$40.000 na Tabela FIPE”

Agora sim temos todas as informações para saber se houve ou não perda total! Com o orçamento e o valor do carro na Tabela FIPE podemos determinar se houve PT ou perda parcial.

  • Faça a divisão: 30.000 dividido por 40.000
  • Resultado: 75%.
  • Ou seja: os custos do conserto atingiram 75% e, portanto, é Perda Total.

Exemplo 4:O orçamento do conserto deu R$20.000 e o carro vale R$40.000 na Tabela FIPE”

Novamente, temos todas as informações para saber se houve ou não perda total, ou seja, orçamento da oficina e valor da Tabela FIPE.

  • Faça a divisão 20.000 dividido por 40.000
  • Resultado: 50%
  • Ou seja, não atingiiu 75% e, portanto, não é perda total.
  • O carro será consertado, com cobrança de franquia.

Para saber o que é e como funciona a cobrança de franquia no seguro, clique aqui!

Onde conseguir essas informações de “orçamento” ou “Tabela FIPE”?

Agora que você já sabe que para saber se houve ou não perda total é preciso ter o 1) orçamento da oficina e o 2) valor do carro na tabela FIPE, é fundamental saber onde conseguir essas duas informações.

Cotação Seguro Carro

Sobre Jessica

Formada em Ciências Econômicas (UNICAMP), com MBA Executivo em Trends Innovation (Inova Business School). Atualmente faz especialização universitária em Law & Economics (UNICAMP), sendo também associada à Associação Brasileira de Direito e Economia (ABDE). É fundadora da Muquirana Seguros Online, projeto inovador focado no atendimento humanizado por meio da internet. Atua como diretora comercial na DM4 Corretora de Seguros e pesquisadora independente na temática de insurance market.
Adicionar aos favoritos o permalink.

3 Responses to O que é perda total no seguro? Com exemplos!

  1. Pingback: Seguro não pode consertar carro com danos acima de 75% | Muquirana Corretora de Seguros

  2. Cristina miranda diz:

    Meu carro deu PT o meu carro esta financiado o seguro do homem que bateu no meu pode me dar um carro no valor da tabela fip?

    • Jessica diz:

      Cristina, bom dia!

      A indenização do seguro é feita através de dinheiro, mediante depósito na conta corrente ou cheque em nome do beneficiário. Não há a opção de entrega de um novo carro.

      O valor dessa indenização monetário geralmente é estipulado pela Tabela FIPE. Nos casos de terceiros, como não há cláusula no contrato que determine a utilização obrigatória da Tabela FIPE como referência (diferente dos casos de indenização do próprio veículo segurado) a seguradora pode utilizar outras tabelas ou então fazer uma pesquisa de mercado para determinar este valor. Caso você discorde, pode contra-argumentar apresentando três orçamentos de carros equivalentes aos seus.

      Ficamos a disposição!

Estamos com sobrecarga de dúvidas, sem conseguir responder todos. Pedimos desculpas, estamos resolvendo isso no próximo mês! Até lá, use o campo Pesquisar ao lado direito para encontrar o assunto que precisar ;)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *