Seguro Passageiros (APP): passo a passo de como funciona

seguro app - seguro passageiro - passo a passo como funcionaConfira passo a passo de como funciona a cobertura de passageiros (APP)!

Quando vamos contratar um seguro de automóvel damos muita atenção a coberturas para nosso próprio veículo como por exemplo colisão, roubo/furto, vidros etc. No melhor dos casos, há quem preste atenção na cobertura de danos materiais e corporais a terceiros. Porém, pouquíssimas pessoas se lembram de proteger seu passageiros e poucos prestam atenção na cobertura de passageiros do seguro auto: o APP.

Pensando nesses casos, neste post explicaremos o passo a passo de como funciona essa cobertura e sua importância no dia a dia.

Cotação Seguro Carro - 2

O que é APP e o que ele cobre?

Para você ter cobertura de passageiros é necessário que seu seguro de carro tenha a cláusula de “APP“, a qual significa “Acidentes Pessoais a Passageiros”. É esta cobertura que indenizará danos corporais a seus passageiros durante o trânsito do veículo. Vale ressaltar que entre esses passageiros também está incluso o motorista.

APP é a mesma coisa que seguro de terceiros?

Muita gente tende a confundir a cobertura de passageiros com o seguro de terceiros, mas são coisas diferentes. Se você olhar a apólice ou proposta do seu seguro de carro verá que a cobertura APP está separada da cobertura de terceiros (a qual pode constar como “Danos materiais/corporais a terceiros” ou como “Responsabilidade Civil Facultativa – RCF”).

Neste outro post (clique aqui) explicamos a diferença entre seguro de terceiros e a cobertura de passageiros. Mas de maneira geral são cláusulas distintas e independentes: portanto, se você tem cobertura de terceiros isso não garante cobertura para seus passageiros. Para estes últimos estarem cobertos, é necessário ter APP e observar quais os tipos de danos cobertos.

Passo a passo do seguro passageiro (APP)

Agora que você já sabe o que significa APP e que não é a mesma coisa que seguro de terceiros, podemos ver o passo a passo de como ele funciona. É bastante simples!

1. Cobertura de passageiro é opcional:

O APP pode ser contratado dentro do seguro de automóvel total como uma cobertura opcional. Ou seja, seu seguro de carro só terá cobertura para passageiros se você optar por contratar. Caso não deseje, poderá abrir mão dessa cobertura. Porém, aqui vale uma dica: Uma boa cobertura de APP encarecerá pouco seu seguro, então não vale a pena abrir mão dessa proteção.

Algumas seguradoras exigem a contratação do APP, geralmente com limite de cobertura mínimo de R$1.000. Particularmente, considero uma iniciativa importante pois o acréscimo no preço do seguro é irrisório frente a uma proteção a mais às pessoas que estão andando no seu carro com você.

Por isso, se você deseja um seguro de passageiros verifique se consta a contratação desta cláusula no seu seguro auto. Se não constar, solicite a seu corretor para que faça a inclusão.

Se você não deseja fazer o seguro de automóvel total e quer contratar apenas o seguro APP separadamente, também existe esta opção. É o chamado “AP Passageiro”, sobre o qual falamos neste outro post: “Seguro APP pode ser contratado sozinho”

2. Tipos de APP

Há três tipos de cobertura APP:

O APP-morte garantirá indenização (até o limite máximo contratado na apólice) em caso de morte do passageiro. Essa indenização é paga à família da vítima, aos herdeiros legais.

O APP-invalidez garantirá indenização (até o limite máximo contratado na apólice) caso seu passageiro sofra invalidez permanente, ficando impossibilitado de exercer sua atividade profissional, após acidente em seu carro.

O APP-DMH garantirá indenização (até o limite máximo contratado na apólice) de despesas médico-hospitalares que seu passageiro tiver em decorrência de acidente sofrido estando dentro do carro segurado. Esta cobertura não existe em todas as seguradoras, por isso se tiver interesse em contratá-la é importante perguntar ao corretor se ter disponível.

3. Limite máximo de indenização no APP

O valor da indenização do APP é por passageiro: ou seja, para cada passageiro é dado um limite máximo de indenização em caso de morte/invalidez.

É possível escolher um valor de indenização por passageiro que fica entre um mínimo e um máximo estipulado pela seguradora.

Valor mínimo: A grandíssima maioria das seguradoras tem o opcional de APP mínimo de R$1.000 por passageiro, porém isso pode variar. Na Itaú Seguros, por exemplo, atualmente aceita-se o mínimo de R$20.000 por passageiro. Particularmente, concordo com esse valor mínimo do Itaú pois em caso de morte ou invalidez do passageiros, mil reais de indenização seria algo irrisório. Um mínimo de R$20.000 por passageiro parece mais coerente num caso de acidente com vítimas.

Valor máximo: O limite máximo de indenização de APP varia entre as seguradoras. Podemos dizer que no geral a maioria aceita um limite máximo de R$100.000 por passageiro.

4. Qual valor de APP escolher para meu seguro de carro?

No seguro APP o preço é extremamente acessível. Por isso indicamos que contrate sempre, pelo menos, R$50.000 por passageiro. Este valor mínimo, inclusive, é o requisitado por aplicativos de carona como o Uber.

No seguro de automóvel total nossa recomendação também é de um APP mínimo de R$50.000 por passageiro.

De maneira geral a dica é que se você costuma levar passageiros para lá e para cá, vale a pena investir num APP maior. Se você não tem esse costume, talvez a opção por um APP menor seja uma forma de economizar – mas considerando-se que o acréscimo no preço seria mínimo, talvez não seja a melhor das economias frente a proteção da qual você está abrindo mão.

Eu por exemplo costumo dar bastante carona para amigos. Pensando nessas pessoas, no seguro do meu carro tenho uma cobertura de APP de R$50.000 por passageiro, e não abro mão desse mínimo.

5. Cobertura APP complementa o DPVAT

Outro ponto importante é que a cobertura de APP é uma forma de complementar a cobertura do DPVAT. Por conta disso dizemos que o APP é um seguro de “segundo risco” (Para maiores detalhes, leia: “Tem que acionar DPVAT antes da cobertura de terceiros e APP?”)

Quando uma pessoa sofre acidente em trânsito terrestre ela (ou sua família, no caso de falecimento) tem direito a acionar o seguro DPVAT para morte, invalidez permanentes e despesas médico-hospitalares. Apesar de ser uma proteção muito importante, a indenização prevista pelo DPVAT é muito baixa, com um teto de R$13.500,00 o qual, para situações mais graves, pode não ser suficiente.

O seguro APP ou a cobertura APP do seguro de automóvel, se contratado com um valor de cobertura signficiativo, garantirá uma maior proteção à vítima se o DPVAT não for suficiente.

Peça sua cotação de seguro total aqui:
Cotação Seguro Carro

Peça sua cotação de seguro APP aqui:
Cotação Seguro APP

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Jessica

Economista (Unicamp), especialista em Direito e Economia (Unicamp), com MBA Executivo em Tendências de Inovação (Inova Business School), atualmente cursa Programa Avançado em Data Science e Decisão (Insper). É desenvolvedora da Muquirana Seguros Online, Maior Tira-Dúvidas Gratuito sobre Seguros da Internet e da Youcons, plataforma inteligente de consórcios; Diretora comercial na DM4 Corretora de Seguros; Professora na extensão universitária em Direito e Economia da UNICAMP.

79 respostas para Seguro Passageiros (APP): passo a passo de como funciona

  1. Carolina diz:

    Post esclarecedor. Muito obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *