Franquia seguro terceiros: tenho que pagar?

franquia seguro terceiros - tenho que pagar ou nãoDescubra se seguro de terceiros tem franquia e se você tem ou não que pagar!

Muitas pessoas não imaginam, mas o seguro de terceiros é tão importante quanto o seguro para seu próprio carro. Ele pode ser contratado como um cobertura dentro do seguro total ou como um seguro separado, o “seguro somente para terceiros”.

Em termos de custo-benefício este último é uma das melhores opções para quem deseja fugir do alto custo do seguro total sem abrir mão de proteção para prejuízos que possa causar acidentalmente a outras pessoas. Entre outras vantagens (que você confere aqui) a não cobrança de franquia é um dos pontos que torna esse seguro tão interessante.

Confira e escreva suas dúvidas nos comentários – estamos aqui para ajudar!

Aproveite e peça sua cotação de seguro de terceiros conosco ;)

Cotação Seguro Terceiros - 2

Vantagem para você:
Seguro Terceiros não tem franquia

O seguro de terceiros pode ser contratado de duas formas:

  • Individualmenteou seja, num seguro somente para terceiros sem cobertura para seu próprio carro;
  • Ou como uma cobertura dentro do seguro completo, ou sejacomo cobertura de danos materiais/corporais a terceiros dentro do seguro total. Nesse seguro você tem cobertura para seu próprio carro e para terceiros.

Em ambos os casos a cobertura para terceiros não tem franquia. Abaixo você confere as duas principais vantagens de não haver franquia no seguro de terceiros:

Não há custos adicionais para acionar o seguro de terceiros

Se você for causador da colisão e precisar usar a cobertura do seu seguro de terceiros para cobrir danos causados a outra pessoa, não haverá franquia e portanto você não terá nenhum custo adicional. Isso independen de o carro do terceiro ter sofrido apenas perda parcial ou perda total.

A cobrança de franquia ocorre somente no seguro total, quando ele é acionado para consertar o próprio veículo segurado. Portanto, se você foi causador da colisão, pagará a franquia se acionar seu seguro para seu carro. Porém pode optar por acionar somente a cobertura de terceiros para o veículo da vítima, sem obrigatoriamente ter que acionar a cobertura para seu próprio carro.

O único “custo” indireto que você terá ao acionar seu seguro ou cobertura de terceiros será a perda de uma classe de bônus na renovação do seu seguro no próximo ano.

Se você for vítima na colisão a recomendação é entrar como terceiro no seguro do causador, pois assim você desfrutará deste benefício da isenção de franquia para terceiros. Se o causador não tiver seguro, a solução é acionar seu próprio seguro, pagar a franquia e posteriormente solicitar o ressarcimento deste valor ao causador. Sobre este assunto, recomendamos ler o post “Pago franquia no seguro quando não sou culpado?”.

Não há “prejuízos mínimos” para poder acionar o seguro de terceiros

Além de não ter custos adicionais para acionar a cobertura de terceiros, há ainda outra vantagem no fato de esta cobertura não ter franquia.

Para poder usar a cobertura para terceiros, não há “prejuízos mínimos” para poder usar o seguro. Vamos explicar:

No seguro total para seu próprio carro, em caso de perda parcial (quando há conserto do carro) é necessário que os custos de reparação ultrapassem a franquia para que você possa usar seu seguro. Isso porque você pagará a franquia obrigatória e o seguro cobrirá a diferença. Isso faz com que a franquia obrigatória determine um “prejuízo mínimo” para que o seguro possa ser acionado. É necessário que o prejuízo total ultrapasse essa “prejuízo mínimo” (a franquia) para o seguro dar cobertura a seu carro.

No caso do seguro de terceiros, como não há franquia obrigatória, não há esse “prejuízo mínimo”. Você pode acionar seu seguro de terceiros mesmo para casos em que os danos ao terceiro não são tão grandes.

Condições para utilizar a cobertura de terceiros

Apesar de não haver franquia no seguro de terceiros, é preciso se atentar às condições imprescindíveis para poder utilizá-lo.

  • O motorista segurado tem que ser considerado culpado pelos danos ao terceiro e assumir essa responsabilidade perante seu seguro. Se o motorista segurado não assumir a culpa, o seguro não tem autonomia para indenizar o terceiro.
  • A análise da seguradora sobre as circunstâncias do acidente tem que confirmar culpa do motorista segurado. Se a seguradora concluir que o motorista segurado não teve culpa, ela poderá recusar indenização ao terceiro mesmo ele tendo assumido a culpa. Neste caso o segurado está respaldado pela recusa da seguradora e terá cobertura normalmente se o terceiro tentar reverter a decisão por vias judiciais.

Sabendo disso, vale uma dica importante: Muitas pessoas nos procuram com a seguinte pergunta: “Uma pessoa bateu no meu carro e portanto eu fui vítima. O causador não tem seguro, mas eu tenho. Posso acionar o meu seguro para ajudar a consertar o carro do causador?”. 

Nesse caso não é possível usar seu seguro para o terceiro, pois você foi vítima e não causador. A pessoa que ocasionou a colisão deverá arcar com os próprios prejuízos e ressarcir você, que foi a vítima, pelos prejuízos que você tiver em decorrência do acidente.

Cotação Seguro Terceiros

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Jessica

Economista (Unicamp), especialista em Direito e Economia (Unicamp), com MBA Executivo em Tendências de Inovação (Inova Business School), atualmente cursa Programa Avançado em Data Science e Decisão (Insper). É desenvolvedora da Muquirana Seguros Online, Maior Tira-Dúvidas Gratuito sobre Seguros da Internet e da Youcons, plataforma inteligente de consórcios; Diretora comercial na DM4 Corretora de Seguros; Professora na extensão universitária em Direito e Economia da UNICAMP.

22 respostas para Franquia seguro terceiros: tenho que pagar?

  1. Pingback:Quem paga colisão em cruzamento? – Muquirana Corretora de Seguros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *